Marcelo Oliveira elogia Moreno e vê briga no ataque celeste

Treinador apoia pedido de dispensa de atacante para a seleção chilena e não comenta possível transferência para o futebol europeu

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE E DÉBORA FERREIRA |

Marcelo Moreno se tornou atual artilheiro do campeonato, com quatro gols
douglas magno
Marcelo Moreno se tornou atual artilheiro do campeonato, com quatro gols

No reencontro com sua boa fase, o atacante Marcelo Moreno não quer perder nenhum momento no Cruzeiro – até mesmo para não dar chance à briga por vaga que está se formando. O boliviano é o artilheiro do time e do Brasileirão, com quatro gols anotados, e vai até pedir dispensa da seleção para não ficar de fora dos dois últimos jogos da Raposa antes da pausa da Copa do Mundo, contra Corinthians e Flamengo.

O técnico Marcelo Oliveira apoia o desejo do jogador e garante que o Cruzeiro ajudará o atleta a conversar com o treinador boliviano. Para Oliveira, essa disputa no ataque celeste é muito positiva, apesar de que em algum momento ele terá que fazer a escolha por um titular.

“Temos dois grandes atacantes, e o Borges está recuperando a melhor forma. É importante ter jogadores de características diferentes. O Borges é mais forte na bola por baixo, nas tabelas, e o Marcelo Moreno tem muita disposição e um cabeceio que quase sempre gera gols. O Cruzeiro deveria pedir a sua liberação, desde que ele não seja punido com mais jogos”, afirmou o comandante celeste.

Ao mesmo tempo em que o clube se prepara para os amistosos no meio do ano, começam as especulações a respeito da transferência dos jogadores para o futebol europeu, que terá a janela aberta justamente neste período. Pela grande fase, o próprio Moreno tem chamado a atenção. Em sua primeira passagem pelo clube, o atacante também se destacou e foi para o Shakhtar Donetsk-UCR.

No entanto, para evitar desconcentração de seus atletas, Oliveira evita falar sobre o assunto e diz que ainda não sabe quem pode deixar o time.

“Nós conversamos muito sobre isso, sobre uma possível saída de jogadores, mas é assunto interno. Não vale a pena falar de especulação, até porque os jogadores estão envolvidos em jogos decisivos, que são fundamentais. O importante é que jogadores queiram ficar e estejam produzindo bem no Cruzeiro”, declarou.