Aécio amplia palanque com Maia

iG Minas Gerais |

Leque. Com o lançamento de César Maia, Aécio diversificaria os palanques e apoios à sua candidatura
George Gianni / PSDB
Leque. Com o lançamento de César Maia, Aécio diversificaria os palanques e apoios à sua candidatura

BRASÍLIA. Em jantar na ontem com o prefeito de Salvador, ACM Neto, e o presidente do Democratas, senador José Agripino (RN), o presidenciável do PSDB, senador Aécio Neves (MG), retomou as negociações para fechar uma aliança em torno da candidatura do ex-prefeito Cesar Maia ao governo do Rio.  

O acerto está dentro de um pacote que inclui pendências para indicação de Lira Neto como vice de Simão Jatene (PSDB) no Pará, e do deputado Ronaldo Caiado como candidato na vaga ao Senado na chapa de Marconi Perillo, em Goiás. O anúncio do apoio pode sair até o fim de semana, antes dos acertos nos outros dois estados.

Com o quadro das candidaturas embolado no Rio, Aécio pediu ao Democratas uma pesquisa de intenções de votos de Cesar Maia, que oscila num patamar de 9% a 12%, enquanto em primeiro lugar estão Marcelo Crivela (PRB) e Garotinho (PR) variando de 16% a 18%. Pezão (PMDB) e Lindbergh Farias (PT) estão, segundo as pesquisas mostradas a Aécio, também oscilando entre 9% e 12%.

Aécio queria lançar um nome novo, com perfil jovem. Investiu em Bernardinho, mas as negociações não avançaram. “Aécio não tem nenhuma coligação fechada no Rio, e Cesar Maia não é nenhum perna torta que envergonhe ninguém. Tem uma rejeição, mas tem cerca de 10% de intenções de votos e já foi prefeito eleito e reeleito”, defendeu Agripino.

A ideia é que, além do palanque de Maia, Aécio possa transitar por outros palanques, como o do governador Pezão, além de receber o apoio do grupo de Jorge Picciani, do PMDB.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave