Ministro afirma que emenda foi comprada

iG Minas Gerais |

Brasília. O ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, pediu ontem que a população desconfie da “pregação moralista de quem se passa por vestal” denunciando corrupção no governo federal. Carvalho disse que, a partir do governo Lula, foram tomadas medidas que fortaleceram o combate à “praga da corrupção”.  

O ministro criticou o governo do ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso, dizendo que a proposta aprovada pelo Congresso Nacional permitindo a sua reeleição foi comprada.

“O nosso povo tem que olhar para essas coisas e começar a desconfiar dessa pregação moralista que tenta dizer que nós somos os grandes corruptos e as vestais são eles. Isso não é real. E eu peço que as pessoas agora pensem muito quando tomarem suas decisões e procurem analisar a realidade para além daquilo que é apenas aparente”, afirmou.

Carvalho citou o fortalecimento da Polícia Federal (PF), a criação da Controladoria Geral da União (CGU) e a escolha do nome mais votado pelos procuradores da República para chefiar a Procuradoria Geral da República (PGR). Ele lembrou do caso do ex-procurador geral Geraldo Brindeiro, do governo Fernando Henrique, que ficou conhecido pelo apelido de “engavetador geral da República”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave