A voz Celeste

iG Minas Gerais |

Existem alguns clubes do Brasil que esquecem da grandeza do Cruzeiro. Pensam que podem falar que vão levar um jogador e está tudo certo. Nunca foi assim quando existia uma política de venda no Cruzeiro. Os atletas sempre foram bem valorizados. Agora, que a nova diretoria tem a política de fazer um time forte e manter os melhores jogadores no elenco, os atletas estão mais valorizados ainda. Portanto, o clube brasileiro e até do exterior que quiser tirar algum jogador do maior de Minas Gerais vai ter que gastar muito, milhões de euros. E no mercado interno, praticamente, não tem nenhum clube que consiga bancar a contratação de uma das estrelas da Toca da Raposa. Nossa meta é conquistar o tetracampeonato brasileiro!Abraços para Alessandra, Régia e todas as meninas da Cia dos Vistos, que sempre nos atendem muito bem.

Avacoelhada

No dia em que o Mineirão foi pequeno para comportar a torcida americana, o Coelhão jogou futebol convincente e consolidou a liderança na Série B, ao vencer o Joinville por 3 a 1. O time de guerreiros, comandado por Moacir Júnior, marcou três gols, porém, com um pouco mais de eficiência na troca de passes, poderia ter ampliado o placar e evitado o gol sofrido, que teve origem num erro de saída de bola. Ainda assim, a forte marcação e a boa organização tática prevaleceram sobre o adversário. Destaques para Leandro Guerreiro e Mancini, o comprometimento da equipe e a presença participativa dos torcedores americanos. Show dentro de campo e na arquibancada. Lamentavelmente faltou planejamento na entrada vip do sócio Onda Verde e de outros americanos, que compraram ingressos antecipados, mas não conseguiram entrar no estádio.

A voz da Massa

Saudações alvinegras! Atualmente, por força da grande competitividade do futebol, mais o excesso de jogos no calendário, é até normal as equipes terem lá os seus desfalques por lesão e/ou suspensão – uns quatro jogadores, no máximo. Mas a situação do Galo é anormal: 15 desfalques! Isso mesmo, amigo leitor, o Galo tem, entre lesionados e suspensos, nada menos do que 15 desfalques para o jogo de hoje contra o Vitória. Assim, não há time que resista! Uma contrapartida animadora nessa história, conforme disse o próprio Levir, é que se cria uma ótima oportunidade para quem vem chegando mostrar serviço para achar lugar na equipe. Vai que daí surge um prodígio? Apesar desses problemas, estou pondo fé no Galão. O time vem num bom momento, deu duas sapecadas nos dois últimos jogos, e isso me faz crer num bom desempenho hoje. Bica eles, bicudo!

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave