Governo irá receber policiais civis para discutir movimento grevista

Paralisação de 24 horas da categoria teve início nesta quarta-feira (21) e teve a adesão de 70 % dos agentes

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Fernando Veloso, informou na tarde desta quarta-feira (21) que o governo receberá os agentes para uma reunião na quinta-feira (22) pela manhã.

Segundo Veloso, a reunião terá a presença do governador do Estado, Luiz Fernando Pezão, o secretário estadual de Segurança, José Mariano Beltrame, e uma comissão de 20 policiais civis do movimento grevista.

Policiais Civis do Rio iniciaram nesta quarta uma paralisação de 24 horas e apenas 30% do efetivo trabalhou nas delegacias.

Veloso, contudo, não adiantou a possibilidade de o governo atender as reivindicações salariais dos policiais que pedem que as gratificações sejam incorporadas ao salário dos agentes.

O chefe da Polícia Civil elogiou a manifestação dos policiais que, segundo ele, "ocorreu sem nenhuma intercorrência e sem prejuízo para a população". Veloso não entrou em detalhes sobre o pleito da categoria, mas lembrou que as negociações estão em curso há cerca de um ano e que o governador Pezão reafirmou compromisso feito por Sérgio Cabral de que negociaria o salário dos policiais.

"O governador pediu que nós passássemos para a classe que ele renovava o compromisso [firmado por Cabral]. Não há uma negativa a uma proposta dos policiais. O processo de negociação está mantido", disse.

Segundo ele, "há algumas vozes que querem dizer que o policial não terá seu pleito atendido", o que poderia levar a atitudes mais radicais. Ele não quis, contudo, dizer de onde viriam essas "vozes".

A lei eleitoral determina que qualquer reajuste de servidor público deva ocorrer até o final de junho. Em outras ocasiões, Pezão deu como prazo até o dia dez deste mês, dois dias antes de começar a Copa do Mundo. Um possível de reajuste teria de ser aprovado pelo legislativo do Estado.

Com Folhapress

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave