Tribunal Regional do Trabalho irá julgar legalidade da greve em SP

Sindicato da categoria (Sindmotoristas) afirmou ser contra a paralisação e disse que ato é organizado por um grupo específico de motoristas e trocadores

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O sindicato patronal das operadoras de ônibus de São Paulo (SP Urbanuss) agendou uma audiência para julgar a legalidade da paralisação dos motoristas e cobradores de ônibus no Tribunal Regional do Trabalho para as 13h45 desta quinta-feira (22).

O sindicato da categoria (Sindmotoristas) já foi intimado, segundo a Delegacia Regional do Trabalho (DRT) que está mediando uma negociação entre as partes. Porém, o próprio Sindmotoristas é contra a atual paralisação, que está sendo realizada por um grupo independente de motoristas e cobradores.

De acordo com informações da SPTrans, apenas dois terminais de ônibus permaneciam paralisados por volta das 18h50 desta quarta-feira: Lapa e Campo Limpo.

Já a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou, por volta das 18h50, que quatro vias ainda seguiam bloqueadas por ônibus enfileirados. São elas: Rua Teodoro Sampaio, Avenida Inajar de Souza, Avenida Rangel Pestana e Estrada do Campo Limpo.

Com Agência Estado

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave