Problema na Cemig faz 65% de BH ficar sem água nesta 4ª feira

Apenas Barreiro, Mangabeiras, Buritis e parte da região hospitalar não sofreram com a interrupção do serviço; Nova Lima, Sabará, Ribeirão das Neves, Santa Luzia e Vespasiano também estão se água

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

A maior parte de Belo Horizonte está sem água nesta quarta-feira (21). A interrupção no abastecimento também afetou Nova Lima, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia e Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte. O motivo, segundo a Copasa, são problemas na energia elétrica.

De acordo com a assessoria da Companhia, toda a cidade foi afetada, exceto o entorno do Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, no bairro Santa Efigênia, e os bairros Buritis e Mangabeiras, além da região do Barreiro.

Isso significa que 65% da capital ficou sem o abastecimento do serviço, sem sequer ser avisado que ele seria interrompido. “É difícil quando falta água mas pelo menos, quando a Copasa avisa, você pode se programar. Assim, de surpresa, deixou todo mundo desprevenido”, lamentou o produtor Rafael Mendonça, morador do Prado, na região Oeste da capital. 

A Copasa informou que os consumidores, geralmente, são avisados sobre eventuais interrupções no abastecimento de água mas que, neste caso, não foi possível, já que o problema foi um imprevisto.

Na região metropolitana foram afetadas as cidades de Nova Lima - exceto a região do Seis Pistas, Jardim Canadá e Macacos -, Ribeirão das Neves, na região de Justinópolis, Sabará - exceto Ravena -, toda a cidade de Santa Luzia e Vespasiano, nos bairros Santa Clara, Gávea I, Gávea II, Serra Dourada, Maria José, Jardim Daliana, Bernardo de Souza e Pouso Alegre.

Segundo a Companhia, o problema foi causado por problemas no fornecimento de energia elétrica na unidade de bombeamento de água do Sistema Rio das Velhas, que ficou paralisada durante algumas horas nesta quarta, o que causou o esvaziamento dos reservatórios.

A normalização do abastecimento de água deve voltar gradativamente durante a noite.

Por meio de nota, a Cemig informou o que aconteceu foi um desligamento programado da linha de distribuição entre as Subestações Ouro Preto e Taquaril, responsáveis pela alimentação da Copasa e da Vale. O desligamento programado era para atender a Vale, mas ainda segundo a empresa, houve um problema que ainda não foi identificado na hora de religar a linha de distribuição em um equipamento da Subestação Taquaril. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave