Com gol no final, Vasco empata com o Sampaio Corrêa

Na estreia de Guilherme Biteco, cruzmaltinos se salvaram de derrota no último minuto do jogo, com gol do atacante

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Vascaínos saíram atrás no placar e por muito pouco não saíram derrotados de Teresina
VASCO/DIVULGAÇÃO
Vascaínos saíram atrás no placar e por muito pouco não saíram derrotados de Teresina

Com um gol nos acréscimos do estreante Guilherme Biteco, o Vasco empatou por 1 a 1 com o Sampaio Corrêa, nesta terça-feira, no estádio Albertão, em Teresina, pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os torcedores encheram o estádio para apoiar o time carioca, mandante da partida, mas não assistiram uma boa apresentação. A equipe vascaína sofreu muita pressão do adversário e teve muita dificuldade para criar jogadas ofensivas mas conseguiu encontrar gás para empatar.

"A gente estava bem, não merecíamos a derrota e Deus me abençoou com o gol", disse Guilherme Biteco após a partida. O gol salvador deixou o Vasco na sétima colocação, com oito pontos e um jogo a menos. O Sampaio Corrêa, também com uma partida a menos na competição, chegou aos cinco pontos, na 15ª posição.

O Vasco começou o jogo impondo um ritmo veloz e levou pressão ao Sampaio Corrêa principalmente nas investidas pelas pontas, com os jovens Yago e Marquinhos. Aos 20 minutos, Yago driblou dois marcadores, invadiu a área e chutou em cima do goleiro. Rafael Silva pegou o rebote, mas não conseguiu definir.

O Sampaio Corrêa, por sua vez, também se aproveitava da velocidade, com Pimentinha, e criou boas oportunidades se aproveitando das brechas deixadas pela defesa vascaína.

A pressão sobre o time carioca aumentou no segundo tempo. Diogo Silva salvou um chute de Pimentinha, jogando a bola para escanteio. O tiro de canto foi cobrado e Edimar marcou, mas a arbitragem assinalou uma falta duvidosa de ataque e invalidou o gol. Mas, aos 19 minutos, a defesa do Vasco não resistiu. Marcio Diogo aproveitou um rebote do goleiro vascaíno e abriu o placar.

Vendo a dificuldade de seu time em criar jogadas, o técnico Adilson Batista colocou Guilherme Biteco e Dakson no lugar de Marquinhos e Fellipe Bastos, respectivamente. O time melhorou e passou a levar perigo ao adversário, que se fechava tentando segurar o resultado. Aos 49 minutos, Biteco, estreante pelo Vasco, empatou após receber a bola de um escanteio, evitando a derrota.