Diogo crê que Gareca não terá dificuldades de adaptação

Para atacante, idioma não será problema, já que linguagem do futebol é universal em qualquer canto do mundo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Palmeiras vai enviar nesta segunda-feira um representante até a Argentina para formalizar uma proposta financeira para Gareca
Mauro Alfieri/Vélez Sarsfield
Palmeiras vai enviar nesta segunda-feira um representante até a Argentina para formalizar uma proposta financeira para Gareca

O Palmeiras espera definir até o fim da semana a contratação do técnico Ricardo Gareca e antes mesmo dele chegar, já se levantam muitas dúvidas em relação às dificuldades de adaptação que o treinador pode ter nos primeiros meses de clube. Na opinião do atacante Diogo, a língua não deve ser problema.

"A gente não tem o costume de ter um treinador estrangeiro no futebol brasileiro, mas a linguagem do futebol é universal. Sei que ele fez um bom trabalho no Vélez e se vir e ser bom para o Palmeiras, vai ser bom para a gente também", disse o atacante, que tem se destacado nos últimos jogos.

Gareca deve chegar ao Brasil nesta quarta-feira para conhecer a estrutura do clube e definir sua situação. Ele já avisou ao Racing, da Argentina, outro clube interessado nele, que precisará de 72 horas para dar uma resposta se aceita dirigir o time. Além disso, um time dos Emirados Árabes também entrou na briga recentemente, mas aparece mais distante da disputa.

O treinador deve assinar com o Palmeiras um contrato de dois anos e trará com ele dois auxiliares. O acerto deve ficar na casa dos R$ 200 mil mensais, mais bônus por metas, como conquista de títulos, classificações, etc.

Caso o acerto não aconteça, o Palmeiras deve voltar a ligar para Dorival Júnior, que foi contactado na segunda-feira da semana passada e desde então não teve mais contato com nenhum outro dirigente. Um plano C e com chances remotas, Vanderlei Luxemburgo ainda também está na lista.

Leia tudo sobre: pameirasgarecatecnicodiogo