'Em casa', Felipe Massa aponta desafios do GP de Mônaco

Brasileiro comemorou o fato de disputar a prova na cidade onde vive, mas pontuou as dificuldades que terá

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Williams/Divulgação
undefined

Uma das mais tradicionais provas do calendário do automobilismo mundial, o GP de Mônaco também é uma das corridas consideradas especiais por Felipe Massa, mesmo que ele nunca tenha vencido a disputa pelas ruas de Montecarlo. Afinal, o piloto brasileiro se sente em casa no fim de semana do GP.

"Eu amo Mônaco. Eu vivo lá, por isso é ótimo ter condições de ir para casa, ver a família e dormir na minha própria cama depois de cada dia no carro. Tenho mais sorte do que a maioria, pois isso acontece em duas corridas comigo (Monaco e Brasil)", afirmou.

Conhecedor do circuito, Massa destacou os desafios que terá na pista e ressaltou a necessidade da Williams ter um carro estável para ser competitivo na corrida. "A pista é incrível e cheia de história. Vamos precisar de uma boa estabilidade para o circuito pois é tão apertado e a tração é mais importante do que velocidade máxima", disse.

Massa lembrou também que a prova em Mônaco tem características únicas em comparação com as outras do calendário da Fórmula 1. "As curvas lentas são muito lentas, mas a pista exige muito foco. Os muros estão próximos, e leva tempo até você se acostumar a pilotar por eles. Às vezes, você pode até mesmo tocá-los e ainda fazer uma boa volta. Mônaco é um lugar especial não existem pistas como essa no calendário e isso faz apreciá-la ainda mais", comentou.

Em sua primeira temporada na Williams, Massa ainda não conquistou resultados relevantes, ocupando apenas a 12ª colocação no Mundial de Pilotos, com 12 pontos. Assim, ele tentará melhorar o seu desempenho neste fim de semana no GP de Mônaco.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave