Grupo pacifista denuncia assassinato de adolescentes palestinos

Vídeo mostra que os jovens não faziam nada que justificasse os disparos de israelenses nem representavam alguma espécie de ameaça imediata, denunciou o B'Tselem

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Um vídeo divulgado nesta terça-feira (20) pelo grupo pacifista israelense B'Tselem mostra o exato momento em que dois adolescentes palestinos foram assassinados por soldados de Israel durante um protesto realizado na Cisjordânia na semana passada.

Na ocasião, o exército de Israel alegou que havia um "distúrbio" no local e negou ter usado munição real. O vídeo, no entanto, mostra que os jovens não faziam nada que justificasse os disparos nem representavam alguma espécie de ameaça imediata, denunciou o B'Tselem.

A filmagem foi obtida a partir de câmeras de segurança do local onde Nadeem Siam Nawara, de 17 anos, e Mohammad Mahmoud Odeh, de 16, foram mortos. Nawara foi baleado no peito; Odeh levou um tiro nas costas. Uma terceira pessoa ficou ferida.

De acordo com a porta-voz do B'Tselem, Sarit Michaeli, o vídeo corrobora relatos de testemunhas e registros médicos colhidos após o ataque. Os soldados que atiraram nos menores estavam a mais de 200 metros do local, prosseguiu Sarit.

O incidente ocorreu na quinta-feira da semana passada. Os dois adolescentes foram assassinados horas depois de palestinos da Cisjordânia e da Faixa de Gaza terem realizado passeatas para marcar o Naqba, ou Dia da Catástrofe, quando seus ancestrais foram expulsos de seus casas em meio à guerra pela criação de Israel, em 1948. Durante o protesto, manifestantes atiraram pedras na direção dos soldados.

O exército informou que pretende investigar o caso.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave