Botafogo é confirmado com três volantes e Carlos Alberto

Meia será escalado na vaga do contundido Daniel e finalmente fará sua reestreia pelo clube

iG Minas Gerais | agência estado |

Carlos Alberto retorna ao clube da Estrela Solitária com promessa de bom futebol
FLICKR/BOTAFOGO/DIVULGAÇÃO
Carlos Alberto retorna ao clube da Estrela Solitária com promessa de bom futebol

O Botafogo encerrou nesta terça-feira a preparação para o duelo diante do Grêmio, quarta, em Porto Alegre, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Vágner Mancini armou a equipe no treino pela manhã cheia de mudanças em relação àquela que perdeu para o Goiás, quarta passada, e a confirmou com três volantes e com a entrada de Carlos Alberto.

O meia será escalado na vaga do contundido Daniel e finalmente fará sua reestreia pelo clube. Ele terá como companhia no meio de campo três volantes: Gabriel, Bolatti - que enfrentaram o Goiás - e Airton, outra novidade, que substituirá o meia Jorge Wagner, sacado por opção técnica. Apesar da alteração, Mancini garantiu que não haverá mudança na formação tática.

"Em termos de formação tática não houve mudança, já que o Jorge Wagner vinha jogando como um terceiro volante pelo lado esquerdo. Acho que o Airton dá mais um pouquinho de segurança na marcação e na bola alta. É um atleta que tem sido visto nos últimos anos até de uma maneira violenta e não é isso que nós queremos", comentou.

O treinador também explicou o que espera com a entrada de Carlos Alberto. "A entrada do Carlos Alberto dá também um pouco mais de retenção de bola. É obvio que o Botafogo ganha com ele e perde em algumas coisas. Nesse perde e ganha, acredito que dê um equilíbrio bom."

O time também terá mudanças em outros setores. No gol, Renan substituirá Jefferson, impedido de atuar por conta da proximidade da Copa do Mundo. Na defesa, André Bahia estará no lugar de Dória, que está com a seleção brasileira sub-21.

Mas é no setor ofensivo que Mancini deposita sua esperança. "Individualmente, o Botafogo tem um ataque de peso. O Carlos Alberto, o Zeballos e o Emerson podem decidir uma partida. São atletas de ponta, vencedores e tecnicamente muito bons. Isso faz diferença também dentro do elenco, já que aquele atleta mais jovem também enxerga isso", avaliou.