Cristiano Ronaldo: 'Estarei 100% fisicamente na final'

Incomodado desde o início de abril com uma lesão na perna direita, CR7 diz que é normal corpo dar "resposta negativa" em competições de alto nível

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Cristiano Ronaldo balançou as redes em duas oportunidades e comandou triunfo merengue na Liga
SITE OFICIAL/REPRODUÇÃO
Cristiano Ronaldo balançou as redes em duas oportunidades e comandou triunfo merengue na Liga

No que depender de Cristiano Ronaldo, a aflição do torcedor do Real Madrid em relação à sua condição física está encerrada. Nesta terça-feira, o atacante, que tem sofrido com uma lesão muscular na perna direita, admitiu que ainda não está no auge de seu condicionamento, mas garantiu que estará 100% para a decisão da Liga dos Campeões, neste sábado, diante do Atlético de Madrid em Lisboa.

"No sábado estarei (100% fisicamente). Estou começando a fazer as coisas. Hoje não posso estar 100%, mas estarei na final. É algo muito importante, trabalhamos o ano para jogar finais e ganhá-las. Somos jogadores de competição de alto nível, jogamos todas as semanas, é normal que o corpo às vezes dê uma resposta negativa", declarou.

O problema na perna direita tem incomodado Cristiano Ronaldo desde o início de abril. A partir daí, ele até chegou a entrar em campo em alguns jogos, mas nunca em sua melhor condição física. Contra o Valladolid, dia 7, o português voltou a sentir a lesão logo no início do jogo. Por isso, foi desfalque diante do Celta de Vigo. Quando voltaria a atuar contra o Espanyol, no último sábado, acabou sentindo novamente no aquecimento e foi cortado.

A sequência foi definida como "má sorte" por Cristiano Ronaldo, que, no entanto, minimizou. "Foi má sorte os problemas acontecerem no final da temporada. Ninguém quer perder uma final tão esperada que buscamos há anos. Quero ajudar o Real Madrid a conquistá-la. Confio que estarei 100% na final."

Sobre a decisão, o português indicou o que o Real deve fazer para passar pelo Atlético, campeão espanhol. "A final é sempre uma incógnita, não sei o que acontecerá. É uma partida bonita. Temos vontade de vencer, mas não tem que ser uma obsessão porque não é bom. Os dois times querem ganhar e vai ser definido nos pequenos detalhes. A chave é estar concentrado, tranquilo, tentar marcar, jogar, desfrutar e não ficar obsessivo."