Réver fala de seleção e acredita que lesão atrapalhou chances na Copa

Apesar de triste por ter ficado fora da lista de Felipão, zagueiro não mostrou mágoa com escolha do comandante

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Fora da lista final do técnico Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo, o zagueiro Réver - que voltará a reforçar a defesa do Atlético diante do Vitória, após duas rodadas "de molho" - enfim, comentou, nesta terça-feira, a decisão do treinador. Sem mostrar qualquer mágoa, o alvinegro afirmou que acredita que a séria lesão sofrida no início do ano interferiu diretamente na escolha do comandante da seleção brasileira. “Acredito que a lesão que tive no tornozelo, com uma cirurgia e três meses sem jogar, tenha me prejudicado, já que eu estive na Copa das Confederações no ano passado. Fiquei triste pela situação, mas isso faz parte da nossa profissão. Agora é bola para frente e meu foco é exclusivo no Atlético. Desejo sorte ao Felipão e à seleção na Copa do Mundo, vou torcer para que sejamos campeões”, disse o jogador, que esperava estar entre os 23 nomes na lista de Felipão. Réver disputava um lugar na seleção com o zagueiro Dedé, do Cruzeiro, já que as outras três vagas estavam praticamente preenchidas com Thiago Silva, David Luiz e Dante. Quem acabou sendo convocado, porém, foi o zagueiro Henrique, do Napoli, e Réver e Dedé nem na lista de suplentes apareceram. Em fevereiro deste ano, Réver foi submetido a uma cirurgia para corrigir um problema de inflamação no tornozelo esquerdo, decorrente de um impacto na região.  O Atlético chegou a tentar um tratamento no zagueiro, que jogava no sacrifício, mas acabou sendo obrigado a optar pela cirurgia.

Leia tudo sobre: atleticogalorevercomentaseleçaoconvocaçao