Liderança isolada da Série B em jogo

Sem o Independência, entregue à Fifa, Coelho mede forças com o Joinville hoje no Mineirão

iG Minas Gerais | Antônio Anderson |

Confiança. 
América terá um confronto difícil hoje contra o Joinville e conta com o apoio da torcida
Douglas Magno / O Tempo
Confiança. América terá um confronto difícil hoje contra o Joinville e conta com o apoio da torcida

Em partida válida pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o América recebe o Joinville hoje, às 19h30, no Mineirão, em um confronto direto pelo primeiro lugar na tabela de classificação da competição. As duas equipes estão invictas no Brasileirão e dividem à liderança com 13 pontos, mas o Coelho leva vantagem sobre o Tigre no critério saldo de gols (nove contra seis).

Dono do melhor ataque e da melhor defesa da competição (são 11 gols a favor e apenas dois sofridos), o América aposta em seu retrospecto como mandante na Série B, com duas vitórias em dois jogos, para superar o Joinville, que ainda não foi derrotado atuando como visitante. Longe de sua torcida, o alvinegro catarinense tem uma vitória e um empate.

“Vamos fazer um jogo de seis pontos contra um adversário de muita qualidade. Mas estaremos jogando em casa e estamos muito focados para conseguir essa vitória, que vai nos garantir o primeiro lugar na tabela”, afirmou o volante Thiago Santos, que, com a ausência de Andrei, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, deverá começar a partida como titular. A outra dúvida no time americano está na formação do ataque. Ricardinho foi expulso contra o Vila Nova-GO e não poderá enfrentar o Tigre.

Mistério. Para não dar pista ao adversário, o técnico Moacir Júnior, mais uma vez, adota a tática do mistério e só deverá confirmar o time titular do América momentos antes do início da partida. Ontem de manhã ele comandou um treino fechado para a imprensa em que trabalhou jogadas de bolas paradas com cruzamentos e finalizações.

Poupado contra os goianos por causa de um cansaço muscular, Elsinho deverá retornar à lateral direita. “Eu ainda estou finalizando uns trabalhos de fisioterapia, mas me sinto bem para retornar ao time e poder ajudar. Vamos ver o que decide o treinador”, destacou Elsinho. Caso o lateral não tenha condições de atuar, uma alternativa do técnico Moacir Júnior é a de manter Pablo improvisado na ala direita, promover a entrada de Henrique no meio-campo e adiantar Willians para formar o ataque com Obina.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave