Noite de Justin Timberlake

Cantor faturou o maior número de prêmios na cerimônia do Billboard Music Awards

iG Minas Gerais |

MATTHEW J. LEE/GLOBE STAFF
undefined

[NORMAL_A]Justin Timberlake foi coroado na noite de anteontem como o rei da festa do Billboard Music Awards, com sete prêmios, incluindo o de melhor artista e artista masculino do ano. Timberlake somou também os troféus de artista do Top Billboard 200, artista de canções de rádio, artista de R&B, álbum de R&B e álbum Billboard 200, estes dois últimos pelo disco “The 20/20 Experience”. No discurso que fez ao receber a estatueta de artista do ano, agradeceu “a todo mundo, exceto Donald Sterling”, proprietário da equipe da NBA Los Angeles Clippers, cujos comentários racistas geraram uma grande polêmica nos EUA.

A banda Imagine Dragons ficou com cinco prêmios, enquanto Pharrell, Robin Thicke e T.I. levaram quatro cada um. A neozelandesa Lorde, 17, ganhou o troféu de artista revelação, enquanto Katy Perry, o prêmio de artista feminina. Por sua vez, Justin Bieber venceu o prêmio de artista social e Eminem o de artista de rap.

O Imagine Dragons foi nomeado melhor banda de rock, Marc Anthony melhor artista latino e Daft Punk reinou na categoria de melhor artista de dance ou música eletrônica.

Pit bull e López foram os encarregados de abrir a cerimônia junto com Claudia Leitte para cantar “We Are One (Ole Onda)”, o hino oficial da Copa do Mundo. O grande momento da noite apresentada pelo rapper Ludacris foi o surgimento de Michael Jackson em forma de holograma cantando “Slave to the Rhythm”, um dos temas do disco póstumo recem-lançado “Xscape”. A atuação provocou surpresa e inclusive lágrimas entre alguns dos presentes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave