Capacidade pode melhorar

iG Minas Gerais |

Brasília. A melhora na situação dos reservatórios das regiões Norte e Sul do país equilibra a questão energética e compensa a tendência de queda nas condições dos reservatórios dos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste e Nordeste, onde as chuvas continuam insuficientes. Essa é uma das conclusões tiradas a partir de uma análise detalhada do Relatório Executivo do Programa Mensal de Operação divulgado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), relativo à semana de 17 a 23 de maio e divulgado nesta segunda.

Os dados do relatório preveem a ocorrência de chuva fraca a moderada nas bacias hidrográficas da Região Sul, na Bacia do Rio Paranapanema e no trecho da Hidrelétrica de Itaipu, além de chuva fraca na Bacia do Rio Tietê no fim de semana. No Subsistema Sudeste/Centro-Oeste, a capacidade de vazão caiu para 37,84%, registrados nesse domingo, depois de ter fechado o mês de abril em 38,8%. No Nordeste, houve queda na capacidade de armazenamento, de 43,6% para 42,26% no período. Na Região Norte, onde o armazenamento continua em situação confortável, subiu de 90,5% para 92,22%. Apesar da melhora da situação energética a partir da elevação dos reservatórios dos subsistemas Norte e Sul, particularmente esse último, na avaliação do ONS, em comparação às afluências da semana anterior, está prevista para a semana operativa de 17 a 23, “diminuição nas afluências de todos os subsistemas, exceto para o Subsistema Sul, onde prevê-se a manutenção da Energia Natural Afluente (ENA)”. Do ponto de vista da demanda, a expectativa do ONS é que, em maio, no Subsistema Nordeste, haja crescimento da demanda por energia a partir do comportamento do consumo das classes residencial e comercial.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave