Grupo invade casa, agride homem e justifica que ele é estuprador

Polícia Militar (PM) não encontrou nenhuma denúncia de estupro contra a vítima; ele teve afundamento e traumatismo de crânio e foi levado para o Hospital de Pronto-Socorro do município, onde segue em estado grave

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Um homem viveu momentos de desespero na noite de domingo (19) após ser espancado por um grupo de moradores dentro da sua própria casa em Juiz de Fora, na Zona da Mata. Os “justiceiros” teriam alegado a vítima que ele estava apanhando porque estuprador merece morrer.

De acordo com informações da Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), a vítima estava em casa, localizada no bairro Olavo Costa, quando, o imóvel foi invadido. Ele foi espancado e largado no chão da residência inconsciente. Os suspeitos teriam utilizado pedaços de madeira para agredir a vítima.

Ivan Sebastião, que teve afundamento e traumatismo de crânio, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado em estado grave para o Hospital de Pronto-Socorro do município, onde segue em estado grave.

Os suspeitos não foram localizados pela polícia. Um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado como tentativa de homicídio. A polícia não localizou nenhuma denúncia contra a vítima em relação a estupro, porém, ele já tem passagem por uso de drogas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave