Pamela Anderson revela que foi abusada e estuprada quando criança

A atriz fez as declarações no Festival de Cannes, na França, durante o lançamento de sua entidade The Pamela Anderson Foundation, que protege animais

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

George Pimentel/associated press
undefined

Famosa mundialmente por sua atuação na série 'Baywatch', a atriz americana Pamela Anderson afirmou, na última sexta-feira (16), que sofreu abuso sexual durante sua infância e que foi estuprada quando adolescente. 

Pamela fez as declarações no Festival de Cannes, na França, durante o lançamento de sua entidade The Pamela Anderson Foundation, que protege animais. 

"Sinto que agora é a hora de revelar algumas de minhas memórias mais dolorosas", afirma. "Apesar de ter tido pais amorosos, fui molestada entre os 6 e os 10 anos de idade pela minha babá".

Depois, Pamela ainda cita outras situações na qual foi vítima. "Fui para a casa do namorado de uma amiga. O irmão mais velho dele decidiu que iria me ensinar a jogar gamão, o que o levou a fazer uma massagem nas minhas costas e a me estuprar – foi minha primeira experiência heterossexual. Ele tinha 25 anos de idade – eu tinha 12", afirmou.

A atriz também afirma ter sido estuprada por seu namorado e um grupo de amigos. "Meu primeiro namorado, no nono ano, decidiu que seria divertido me estuprar em grupo, com outros seis amigos dele", diz.

"Não preciso dizer que passei por momentos difíceis ao confiar em humanos – eu queria desaparecer da face da Terra. Meus pais tentaram me manter em segurança – mas, para mim, o mundo não era um lugar seguro; meu pai [era] um alcoólatra, e minha mãe trabalhava em dois empregos como garçonete – minha mãe estava sempre chorando. Papai nem sempre voltava para casa, nos deixando com uma dor imensa e preocupada", revela.  

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave