Mitos e falsas verdades

iG Minas Gerais |

Sempre questionei algumas frases muito repetidas como verdades do futebol. Com o passar do tempo e depois de assistir a tantos jogos de futebol, Minas e mundo afora, dos mais e menos importantes, conclui que todas essas “verdades” eram e são um amontoado de bobagens. A Libertadores da América 2014 será decidida por quatro times que nunca foram campeões. Lembrei-me da campanha de motivação do Olimpia em Assunção ano passado, contra o Atlético, nas rádios, jornais e canais de TV: “O Rei de Copas quer a Copa de volta”. Deu no que deu! O Grêmio é conhecido como time “Copeiro” e saiu antes do Cruzeiro na atual disputa sul-americana. Na pós eliminação do Cruzeiro, ouvi de tudo, entre disparates, repetições e chutes, com requintes de covardia, tipo: “Faltou mais experiência internacional a Marcelo Oliveira”; “O plantel não é tão bom como se imaginava”; “O Cruzeiro precisa reaprender a ser um time copeiro”, e por aí vai! O futebol é menos complicado do que muitos, especialmente colegas da imprensa querem passar. Vence quem tem o melhor time e se for bem no jogo (em caso de decisão) ou manter a regularidade, no caso de campeonato de pontos corridos.

<MC>Diferenças. </MC>Dedé é muito bom zagueiro para atacar, mas costuma falhar na sua função específica. Comprometeu o Cruzeiro em jogos como o Flamengo, pela Copa do Brasil; contra o Defensor e San Lorenzo pela Libertadores. Se fosse no Brasileiro, não seriam comprometedoras, pois haveria novos jogos para recuperação. Mas contra o San Lorenzo era a decisão!

Covardia. Dedé foi mal contra o Coritiba, mas o Cruzeiro venceu. Falhas acontecem, o futebol é assim e isso não desvaloriza o Dedé. O que não é justo é culpar um treinador ou dizer que ele não tem “experiência”, ou que o clube precisa “voltar a ser copeiro”. E não é honesto querer forçar uma barra e dizer que a diretoria já está conversando com outro técnico.

Versões e fatos. O Arsenal, maior ganhador de títulos inglês, perdeu o controle na reta final e lá se foi mais um título tido como ganho. Cadê a famosa “frieza britânica”? O Atlético de Madri, também perdeu as rédeas, mas no jogo decisivo, contra o Barcelona “time de chegada”, foi campeão, no Camp Nou.

Simples assim! O América vai muito bem na Série B porque contratou Moacir Junior, que já tinha mostrado ser um bom treinador; que por sua vez montou um bom time, e muito mais barato que o de 2013. O Atlético ainda não engrenou este ano porque tem jogadores cujo prazo de validade já venceu ou vivem machucados. E Ronaldinho, ainda não quis nada com a temporada. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave