Suspeito de pedofilia é preso após abusar de adolescente

O homem tinha um mandado de prisão em aberto por não pagar pensão alimentícia; ele levava as vítimas para a casa dele , onde cometia os abusos

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

A Polícia Militar (PM) prendeu na tarde deste domingo (18), em São Joaquim de Bicas, na região Central de Minas Gerais, um homem suspeito de pedofilia. De acordo com a PM, Sebastião de Oliveira Sales, 58, levava as vítimas para a casa dele, no bairro Retiro do Moinho, e abusava das adolescentes que tinham em torno de 14 anos. O homem tinha um mandado de prisão em aberto por não pagar pensão alimentícia.

Segundo o sargento Robson Lacerda da 7ª Companhia da PM de Igarapé, também na região Central,  o caso foi descoberto depois que uma tia de uma das vítimas, uma adolescente de 14 anos, procurou a polícia e contou o que estava acontecendo. A adolescente contou que uma outra menina da idade dela também sofria os abusos. A vítima era vizinha de Sales e confirmou o crime. As duas vão passar por exame para confirmar os estupros. Há suspeita ainda que ele cometia abusos também com outras adolescentes.

A tia de uma das vítimas, que preferiu anonimato, contou que começou a suspeitar dos abusos depois que percebeu que Sales sempre buscava a sobrinha para a casa dele de moto. O suspeito era amigo da família da vítima. “Nós fomos almoçar na casa da minha mãe e estavam todos os netos menos ela, quando perguntei para minha irmã, ela disse que a minha sobrinha tinha ido para a casa do Sebastião. Ai eu resolvi ir até lá busca-la”, contou.

A mulher contou que estranhou quando o suspeito atendeu a porta com um short transparente e sem camisa. “Eu pedi ele para chamar a minha sobrinha e ela demorou a vir. Quando chegou, ela veio com o cabelo molhado de quem tinha acabado de tomar banho”, explicou. A tia perguntou a adolescente se o homem tinha estuprado ela, mas a, princípio, a adolescente negou.

A tia ameaçou levar a menina a um hospital para ela passar por exames e confirmar se estava tudo bem. A vítima, então, confessou  o crime e disse que os abusos estavam ocorrendo há cerca de um ano e que ela não contou para os familiares porque o suspeito ameaçava mata-la se ela contasse sobre os estupros para alguém.

“A mãe dela tem problema de cabeça e não tinha percebido nada, ela confiava nele. A minhã sobrinha é uma menina muito calada e muito carinhosa, era difícil arrancar isso dela. Ela me disse que ele chegou a machuca-la algumas vezes dando arrancões no braço dela”, disse.

De acordo com o sargento Lacerda, o suspeito será encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Betim, na região metropolitana da capital. Na casa do suspeito foi apreendido também um vasto material pornográfico, que inclui filmes e revistas. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave