Experiência atrás da câmera

Mostra Um Certo Olhar do festival de Cannes deste ano destaca atores que resolveram virar também diretores

iG Minas Gerais |

Autobiográfico. Atriz e diretora Asia Argento mostra seu autobiográfico “Incompresa” em Cannes
LIONEL CIRONNEAU
Autobiográfico. Atriz e diretora Asia Argento mostra seu autobiográfico “Incompresa” em Cannes

Cannes, França. Um Certo Olhar, a segunda mostra mais importante do Festival de Cannes, atrás apenas da competitiva, ganha uma roupagem diferente na edição 2014: apesar da atenção aos novos cineastas, dá uma dedicação especial aos atores que viraram diretores. Dos 19 filmes selecionados pelo diretor artístico Thierry Frémaux, seis são comandados por artistas mais conhecidos por seu trabalho na frente das câmeras.

O mais surpreendente, claro, é a presença do galã Ryan Gosling. O ator de “Diário de uma Paixão” (2004) e “Drive” (2011) se lança como cineasta já levando seu “Lost River” para estrear mundialmente na próxima terça-feira, em Cannes. O filme confia no visual surreal para falar sobre a fantasia de uma mulher (Christina Hendricks, de “Mad Men”) que, ao lado do filho, encontra um portal para uma cidade subterrânea.

No mesmo dia, o cineasta indiano Kanu Behl, que começou atuando em longas de sua família de produtores, exibe “Titli”, sobre um adolescente querendo escapar da vida de roubos de carros.

O francês Mathieu Amalric, conhecido pelas atuações poderosas em “O Escafandro e a Borboleta” (2007) e “007 – Quantum of Solace” (2008), também faz parte da programação, com seu quarto filme como diretor. “O Quarto Azul”, baseado no livro homônimo do belga Georges Simenon (1903-1989), retrata uma relação doentia entre um homem e uma mulher passada praticamente dentro de um quarto.

A mostra inclui ainda o drama “White God”, do ator e diretor húngaro Kornél Mundruczó, sobre uma garota que perde o cão de estimação. O norte-americano Ned Benson, que participou de “Heróis Imaginários” (2004), também compõe a seleção, com seu “The Disappearance of Eleanor Rigby”. O romance, lançado em duas partes no Festival de Toronto, no ano passado, ganhou um corte e ficou com menos de duas horas de duração.

A última da turma de atores/diretores a apresentar seu filme é Asia Argento. Na próxima quinta-feira, a filha do mestre do terror Dario Argento e atriz de “Maria Antonieta” revela o esperado “Incompresa”, espécie de autobiografia centrada na separação de seus pais.

Competitiva. Fora da mostra Um Certo Olhar, o ator/diretor que chama atenção é Tommy Lee Jones, que concorre à Palma de Ouro com seu “The Homesman”. Além de dirigir, Jones escreve, produz e protagoniza o faroeste. O elenco também conta com Hilary Swank, Hailee Steinfeld, Meryl Streep, James Spader e John Lithgow. A trama de época acompanha uma mulher (Swank) e um malandro metido a posseiro (Jones) – que reivindica direitos sobre terrenos durante a Conquista do Oeste nos EUA – que precisam escoltar três mulheres dementes do Nebraska a Iowa, enfrentando dificuldades pelo caminho.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave