Bayern vence na prorrogação e fatura Copa da Alemanha

Equipe de Munique conquistou pela 17ª vez na sua história o título da Copa da Alemanha, sendo a segunda vez consecutiva

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Bayern de Munique conquista a Copa da Alemanha após final emocionante com o Borussia
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/DIVULGAÇÃO
Bayern de Munique conquista a Copa da Alemanha após final emocionante com o Borussia

O Bayern de Munique encerrou a sua participação na temporada 2013/2014 do futebol europeu como o soberano do futebol da Alemanha. Depois de conquistar o título do Campeonato Alemão com várias rodadas de antecedência, o time também faturou a Copa da Alemanha ao vencer o Borussia Dortmund por 2 a 0, em duelo definido apenas na prorrogação, no Estádio Olímpico de Berlim, e que contou com uma grande atuação do holandês Arjen Robben e uma polêmica decisão da arbitragem.

Assim, o Bayern conquistou pela 17ª vez na sua história o título da Copa da Alemanha, sendo a segunda vez consecutiva. Os outros títulos foram obtidos em 1957, 1966, 1967, 1969, 1971, 1982, 1984, 1986, 1998, 2000, 2003, 2005, 2006, 2008, 2010 e 2013.

Além disso, no primeiro ano sob o comando de Pep Guardiola, o Bayern não conseguiu repetir a conquista da Liga dos Campeões da Europa como fez na temporada anterior, pois parou nas semifinais no Real Madrid, mas garantiu o bicampeonato alemão e da Copa da Alemanha, além de ter vencido o Mundial de Clubes em dezembro de 2013.

A decisão deste sábado envolveu os dois principais times do futebol alemão, que abriram a temporada com a vitória do Borussia Dortmund por 4 a 2 na decisão da Supercopa da Alemanha. Já no Campeonato Alemão, cada time venceu como visitante por 3 a 0. E agora o Bayern deu o troco em Berlim.

O duelo também ficou marcado pela despedida do atacante polonês Robert Lewandowski do Borussia Dortmund - na próxima temporada, vai defender exatamente o Bayern. Os dois times também atuaram bastante desfalcados por lesões - o Borussia Dortmund não teve Bender, Blaszczykowski, Gundogan e Subotic e o Bayern jogou sem Alaba, Thiago Alcantara e Schweinsteiger, além de ter perdido Lahm no início do confronto.

O Bayern pressionou o Borussia Dortmund no início da partida, mas não chegou a abrir o placar. Mas, depois da pressão inicial, o Borussia Dortmund conseguiu equilibrar a decisão, que não teve muitas chances claras de gol no primeiro tempo.

O segundo tempo da final também foi equilibrado, mas mais movimentado. Aos 18 minutos, após cruzamento, Hummels desviou de cabeça e Dante evitou o gol ao fazer o corte. Os jogadores do Borussia Dortmund reclamaram que a bola ultrapassou a linha, o que não foi visto pela arbitragem.

A definição da final da Copa da Alemanha, então, ficou para a prorrogação. E o Bayern encaminhou a sua conquista aos dois minutos do segundo tempo. Boateng aproveitou erro da defesa adversária e cruzou para Robben, na segunda trave, abrir o placar da decisão.

O gol deixou a final mais aberta e Robben teve duas chances para marcar. O holandês acertou a trave em um chute cruzado e parou em Weindenfeller em uma cavadinha. O Borussia ainda lutou, teve duas boas oportunidades, ambas com Reus, em uma cobrança de falta e um chute de dentro da grande área, que desviou em Boateng.

Mas quem marcou foi o Bayern. Aos 16 minutos, Thomas Müller foi lançado por Robben, saiu na cara de Weidenfeller, driblou o goleiro e bateu para garantir a vitória e a conquista do título da Copa da Alemanha pelo Bayern.