Na despedida do Horto, América vence o Vila Nova-GO e segue embalado

O zagueiro Vitor Hugo e o atacante Ricardinho fizeram os gols do alviverde, que com o resultado completou cinco jogos de invencibilidade na competição

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Na tarde deste sábado, o América venceu o Vila Nova-GO, por 2 a 0, na Arena Independência, em jogo válido pela quinta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O zagueiro Vitor Hugo e o atacante Ricardinho fizeram os gols do alviverde, que com o resultado completou cinco jogos de invencibilidade na competição, com quatro vitórias e um empate, e manteve o seu primeiro objetivo de se manter no grupo dos quatro primeiros colocados.

O jogo contra os goianos marcou a despedida do América do Independência, que na próxima semana será entregue à Fifa para servir como campo de treinamento para as seleções que vão disputar a Copa do Mundo. O Coelho só volta a atuar no Horto no dia 15 de julho, contra o Paraná, em partida válida pela 11ª rodada da Série B. Na próxima terça-feira, dia 20, o alviverde volta a atuar em Belo Horizonte contra o Joinville, em jogo previsto para o Mineirão.

Desfalcado do lateral-direito Elsinho, poupado por causa de um cansaço muscular, e do meia Tchô, que se recupera de uma lesão no calcanhar, o técnico Moacir Júnior escalou Pablo na ala direita e Mancini no meio-campo. Sem guardar posição, o que complicava a marcação do adversário, o Coelho abriu o placar aos 11 min. Mancini cobrou escanteio da esquerda e o zagueiro Vitor Hugo marcou de cabeça.

Mesmo sem jogar bem o Vila Nova-GO teve aos menos duas boas oportunidades de conseguir o empate se aproveitando de erros de marcação da defesa americana. Mas foi o alviverde que acabou ampliando a vantagem aos 47 min. com Ricardinho, que bateu sem chances para o goleiro Cleber Alves.

O Vila Nova voltou melhor para o segundo tempo. O time goiano tocava bem a bola e chegava com perigo no ataque, principalmente em finalizações da intermediária. Depois de desperdiçar ao menos três chances com o atacante Obina, o Coelho ainda contou com a sorte aos 32 min, em uma cobrança de falta de Arthur que pegou no travessão. Nos acréscimos, o atacante Ricardinho e o volante Álvaro foram expulsos, mas no final a torcida deixou o campo cantando o hino do clube e fazendo festa para comemorar o resultado.