Ex-presidente da FPF, Eduardo José Farah morre em SP

Dirigente estava internado desde o fim do ano passado, e estava há quase um mês na Unidade de Terapia Intensiva (UTI)

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O ex-presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF) Eduardo José Farah morreu na manhã deste sábado, aos 80 anos. Ele estava internado desde o fim do ano passado no Hospital do Coração (HCor), em São Paulo, sendo que desde o último dia 19 estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O falecimento foi confirmado pelo hospital e aconteceu por falência múltipla dos órgãos.

Farah comandou a federação paulista de 1988 a 2003 e foi um de seus dirigentes mais polêmicos. Durante seu mandato, o regulamento do Campeonato Paulista sofreu diversas alterações. Algumas delas foram a implementação de dois árbitros em campo e a disputa de pênaltis em todas as partidas que terminassem empatadas.

O dirigente deixou o comando da entidade em 2003, após negociar os direitos de transmissão do Paulista com o SBT, alegando que a Globo não havia exercido a preferência na compra. O próprio Farah chegou a dizer, poucos meses após deixar a presidência, que havia sido "tirado" do cargo por conta desta negociação.

Com saúde fragilizada, Farah estava internado desde o dia 26 de novembro do ano passado. No final de abril ele sofreu uma parada cardíaca, mas foi reanimado. Ainda assim, seu quadro seguiu grave, até que na manhã deste sábado, por volta das 5h30, ele não resistiu e morreu.