Estação Pampulha estreia neste sábado

Três novas linhas vão circular entre o terminal, o centro, a Lagoinha e a região hospitalar de BH

iG Minas Gerais | Luiza Muzzi |

Inacabada. Usuários da Estação Pampulha vão esperar por ônibus ao lado de escada rolante em obras
DENILTON DIAS / O TEMPO
Inacabada. Usuários da Estação Pampulha vão esperar por ônibus ao lado de escada rolante em obras

Começam a circular neste sábado as três novas linhas da primeira fase de operação do Move (nome dado ao BRT na capital) no corredor exclusivo da avenida Antônio Carlos. Inicialmente, uma frota de aproximadamente 50 ônibus vai ligar a Estação Pampulha – no encontro das avenidas Antônio Carlos e Pedro I – ao centro, à região da Lagoinha e à área hospitalar. Com a implantação, oito linhas convencionais foram substituídas por sete novas alimentadoras (veja abaixo). A expectativa da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) é que, nesta fase, 40 mil pessoas usem o Sistema Antônio Carlos em dias úteis.

As novas linhas, que devem começar a circular a partir das 4h, são a 50 (Estação Pampulha/Centro), a 51 (Estação Pampulha/Centro/Hospitais) e a 52 (Estação Pampulha/Lagoinha). Segundo a BHTrans, a linha 50, que é direta, possibilitará deslocamento em 30 minutos entre a Pampulha e o centro. Já a 51, paradora, será a única a circular também à noite e aos domingos e feriados. A linha 52 paradora, por fim, retorna na Lagoinha, sem entrar no centro.

Para garantir a circulação das novas linhas, a Estação de Integração Pampulha também começa a operar neste sábado, mesmo inacabada. Segundo a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), ainda faltam 20% das obras – o prédio anexo, para apoio da BHTrans; estacionamentos, restaurante panorâmico e atrativos turísticos. Plataformas de embarque e de desembarque das linhas alimentadoras e troncais, no entanto, estão prontas, e não oferecem risco ao usuário, segundo a Sudecap.

Alerta. Usuários do Move da avenida Antônio Carlos devem ficar atentos às estações de parada no centro. Segundo a BHTrans, os veículos do corredor vão usar apenas as estações Rio de Janeiro e Carijós, enquanto os ônibus da avenida Cristiano Machado param nas estações São Paulo e Tamoios. A exceção é a linha 83P, que, a partir deste sábado, deixa de parar na São Paulo para usar a Rio de Janeiro, integrando os corredores.

Venda Nova

Transtorno. Foi consertada nessa quinta a adutora da Copasa que se rompeu em Venda Nova, danificada por máquina que faz obras do BRT. O incidente não prejudica o cronograma do Move, segundo a Sudecap.

Obras. A previsão da BHTrans é que o sistema Antônio Carlos se integre ao corredor da Pedro I antes da Copa. Como algumas estações não estão prontas, o “plano B” é usar ônibus de portas nos dois lados.

Montes Claros

Preço. A Prefeitura de Montes Claros reduziu R$ 0,10 na tarifa após divergências de dados apresentados pelas empresas – o novo valor será R$ 2,40. Na capital, a tarifa subiu R$ 0,20 no último sábado.

Primeiro dia de ônibus na pista mista complica o trânsito Em preparação para o Move, desde a tarde de anteontem, os ônibus convencionais que trafegam pela avenida Antônio Carlos pararam de circular no corredor exclusivo, deixando o trânsito bastante congestionado em vários horários, principalmente no sentido centro. De acordo com a assessoria de imprensa da BHTrans, a transferência dos veículos da busway para a pista mista, no trecho entre o viaduto São Francisco e a barragem da Pampulha, foi realizada para minimizar os impactos do primeiro dia de operação do Move e para finalizar a preparação da via, reforçando operações de limpeza e sinalização. Ainda conforme informações da BHTrans, os pontos de embarque e desembarque da busway foram realocados para numerações similares na pista mista para não confundir os usuários.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave