Em 2013, prejuízos somaram R$ 74,6 mi

iG Minas Gerais | Ana Paula Pedrosa |

No ano passado, os protestos ocorridos durante a Copa das Confederações deram prejuízos de R$ 74,6 milhões aos lojistas de Belo Horizonte, pelos cálculos da Fecomércio-MG. De acordo com pesquisa realizada pela entidade logo depois do encerramento do torneio, mais da metade dos lojistas (50,5%) teve prejuízos no período e outros 35,6% não registraram perdas, mas também não tiveram ganhos com a realização do campeonato.  

Além da redução nas vendas, os lojistas apontaram o clima de insegurança e o atraso ou falta de funcionários ao trabalho como os contratempos causados pelos grandes protestos. Os efeitos das manifestações apareceram também em levantamento da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-BH). Em junho do ano passado, houve queda de 1,85% no varejo na comparação com maio. Foi a primeira queda nas vendas em um mês de junho desde 2008.

O setor de vendas de veículos foi um dos mais afetados, já que várias concessionárias foram depredadas. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave