Pesquisa consegue induzir os sonhos lúcidos

Técnica permite manter a consciência durante a fase REM do sono

iG Minas Gerais | Da redação |

Mergulhadora coloca crânio em plataforma rotativa para fazer modelo 3D dele
Warner / Divulgação
Mergulhadora coloca crânio em plataforma rotativa para fazer modelo 3D dele

Apesar dos avanços da ciência, o motivo pelo qual o cérebro dos mamíferos precisa dormir – ou sonhar – ainda é um mistério. Na última semana, um grupo de cientistas da Universidade de Goethe, em Frankfurt, fez uma descoberta que pode ajudar no avanço das pesquisas sobre o sonho.

Eles conseguiram induzir pessoas que nunca haviam tido um sonho lúcido – quando a pessoa tem consciência de que está sonhando e pode, inclusive, controlar o ambiente do sonho – a ter um pela primeira vez, com a ajuda de correntes elétricas.

O estudo, publicado na revista “Nature Neuroscience”, mostra que é possível usar uma frequência específica na corrente elétrica para induzir os sonhos lúcidos. Nos experimentos, os sonhos eram acompanhados por uma atividade elétrica chamada ondas gama.

Essas ondas cerebrais são relacionadas a funções racionais, mas elas nunca foram relacionadas com o sono REM antes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave