Cicloturismo pela Europa

Turistas brasileiros e de todo o mundo viajam cada vez mais de bicicleta pelo Velho Continente

iG Minas Gerais | JOÃO PAULO COSTA |

Vários sites especializados em cicloviagens recomendam que as pessoas viagem em grupos
Italy bike tour/divulgação
Vários sites especializados em cicloviagens recomendam que as pessoas viagem em grupos

Já se imaginou sentindo um ventinho gostoso batendo no rosto, pedalar por paisagens que encantam e desafiar os seus limites? É isso o que buscam muitas pessoas que viajam pelo mundo em cima de uma “magrela”.

Conhecer vários lugares legais e, de quebra, não abandonar uma velha paixão: a bicicleta. Sim, vários brasileiros têm se lançado nesse tipo de aventura, e um dos destinos mais procurados para o cicloturismo é a Europa.

Se em algum tempo foi difícil realizar esse tipo de viagem, hoje há várias possibilidades de se fazer uma “bike trip”, seja para turistas iniciantes que procuram desafios ou para profissionais em cicloviagens.Em vários países europeus, existem muitas as agências que auxiliam os turistas a realizarem esse modelo de viagem, em um mercado que cresce cada vez mais.

Cecilia Rocha Mendes, diretora da Italy Bike Tour, uma empresa especializada nesse tipo de turismo pela Itália, recomenda um bom planejamento antes de pedalar mundo afora.

“Sou ciclista há 15 anos e nesse tempo todo percebi que para fazer esse tipo de viagem é importante estudar o território e escolher o período do ano ideal para pedalar. Outro ponto é definir a rota optando por estradas pouco trafegadas. Os percursos devem ser definidos de acordo com as próprias condições físicas da pessoa, e é bom verificar bem a quantidade de quilômetros a serem percorridos diariamente e a altimetria do itinerário”, orienta.

Primeira vez

Para quem deseja fazer uma “bike trip” e ainda não tem experiência no assunto, é aconselhável que seja feita em companhia de um amigo experiente ou com profissionais da área, pois podem acontecer contratempos como condições climáticas desfavoráveis, quebra da bicicleta e estradas interditadas, que podem estragar a experiência. “Pegar experiência com quem já anda de bike há mais tempo, é sempre importante, pois dessa forma a pessoa ganha confiança e poderá adquirir conhecimentos específicos para viagens futuras”, destaca a ciclista. 

Encontros

Essa paixão por rodar o mundo de bicicleta encanta muitos brasileiros e há, inclusive, encontros dos amantes desse tipo de viagem. “No ano passado, organizamos o I Encontro Internacional do Cicloturismo para Brasileiros, em colaboração com o clube do cicloturismo do Brasil. O evento contou com a participação de 90 ciclistas brasileiros na cidade italiana de Riccione, de onde, atualmente, saem vários roteiros de viagens de exploração”, afirma. 

Destinos

Outros países europeus, como Hungria, Dinamarca, Holanda, Espanha, Itália, França e Bélgica são igualmente procurados para as cicloviagens. Há roteiros preparados por agências locais que passam por belíssimas paisagens, entrecortam rios e vales, contemplam montanhas, visitam castelos medievais, vinícolas, pequenas vilas e, ainda, alguns destinos místicos, como o Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, que atrai peregrinos do mundo todo.

Para principiantes

O site ondepedalar.com mostra que viajar de bicicleta pode ser uma experiência muito agradável, mas é necessário alguns cuidados:

Coma bem

Passar o dia todo pedalando consome muita energia e, por isso, há um desgaste físico considerável. Portanto, recomenda-se alimentar de duas em duas horas.

Vontade

Esse é outro fator primordial, pois uma “bike trip” pode ser, além de prazerosa, muito desafiante.

Equipamentos

As bicicletas devem ser confortáveis e resistentes, enquanto o preço maior de acessórios, como roupas, luvas, tênis, mochilas e capacetes, pode significar mais conforto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave