De bugue pelo belo litoral

Tour de “ponta a ponta” garante visitas a paraísos quase intocados nas redondezas

iG Minas Gerais | Renato Torres |

Exóticos, os cavalos-marinhos ainda têm um sistema reprodutivo peculiar: os embriões crescem dentro do corpo do macho
Renato Torres
Exóticos, os cavalos-marinhos ainda têm um sistema reprodutivo peculiar: os embriões crescem dentro do corpo do macho

A maneira mais fácil de conhecer Porto de Galinhas é fazer o passeio de “ponta a ponta”. Por cerca de R$ 200, o turista contrata os serviços de um bugueiro que o levará para conhecer as praias de Muro Alto, Cupe e Maracaípe, num percurso total de 14 km, que dura aproximadamente três horas – cada bugue tem capacidade para quatro pessoas. Além de conhecer as praias, o visitante é levado até a vila, onde se concentra o comércio local e de onde partem as jangadas que o levarão para conhecer as piscinas naturais.

O passeio não possui uma rota fixa, variando de acordo com a maré. É importante ressaltar que, para sua própria segurança, o turista deve procurar sempre um bugueiro credenciado junto à Associação dos Bugueiros, com os serviços regulamentados pela Prefeitura de Ipojuca.

Outra surpresa revelada durante o passeio é a visita à foz do rio Maracaípe. Do encontro do mar e do rio, partem jangadas (R$ 20 por pessoa) que levam os turistas para conhecer os mangues, onde é possível ver várias espécies de caranguejo e saber um pouco mais sobre aquele ecossistema.

Cavalo-marinho

É durante esse passeio que o visitante também tem contato com os cavalos-marinhos. Os jangadeiros param as embarcações e saem à procura dos animais, que geralmente se misturam às raízes das árvores do mangue, e, quando os encontram, levam-os até os turistas – um trabalho feito com respeito à natureza, já que os jangadeiros são treinados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no manuseio dos animais, que são devolvidos ao seu hábitat. No local, o turista ainda tem a opção de fazer passeios de caiaque, praticar stand-up paddle ou se sentar num barzinho no meio do mangue.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave