Um círio de fé e devoção

Considerada uma das maiores manifestações religiosas do país, o Círio de Nazaré atrai milhares de turistas

iG Minas Gerais | Fernando Almeida |

A famosa corda do Círio de Nazaré é motivo de pagamento de promessas de milhares de fiéis
Thiago Figueira paratur/divulgação
A famosa corda do Círio de Nazaré é motivo de pagamento de promessas de milhares de fiéis

A fé católica presente no Brasil não poderia estar ausente em uma das primeiras metrópoles do país. Para representar essa grande devoção religiosa, Belém sedia todo ano, no segundo domingo de outubro, o Círio de Nazaré, uma das maiores procissões do catolicismo em terras tupiniquins e no mundo.

A tradição foi iniciada oficialmente em 1793 na capital paraense, e o percurso de cinco quilômetros já chegou a ser completado em pouco mais de nove horas, recorde realizado no ano de 2004, com o máximo de 2,7 milhões de pessoas, número atingido em 2007.

O Círio, declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, tem o percurso total demarcado entre a Catedral da Sé e a Basílica de Nazaré.

Simbolismo

Muitos fiéis carregam velas para agradecer pelas graças recebidas e levam imagens de santos durante a procissão. Contudo, o mais emblemático símbolo dessa festividade religiosa é uma corda de cerca de 350 m de comprimento e de duas polegadas de diâmetro, em que os fiéis, para pagar suas promessas, se amontoam em volta dela enquanto acontece o cortejo.

Pelas águas

Na manhã do sábado anterior ao Círio acontece a Romaria Fluvial. O percurso de 10 milhas náuticas (cerca de 18 quilômetros) sai do Trapiche de Icoaraci e vai até a praça Pedro Teixeira, tendo uma parada na Escadinha do Cais do Porto, ao lado da Estação das Docas.Nesta parte do Círio são lembrados todos os que vivem e dependem dos rios da região amazônica.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave