Alberto Valentim evita falar sobre futuro técnico do Palmeiras

Interino brincou e afirmou que se ficar pensando em treinador está morto, porque já tem muitas preocupações para escalar o time

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Enquanto a diretoria do Palmeiras continua a procura por um técnico para a sequência da temporada, Alberto Valentim se mantém como treinador interino e para fugir de polêmicas, ele não quer nem tocar no assunto de quem deveria ser o treinador. Durante a entrevista coletiva nesta sexta-feira, diversas vezes ele foi questionado sobre o tema, mas sempre se esquivou e usou até do bom humor para não dar sua opinião.

"Eu nem sei quem são os nomes citados (como possíveis treinadores). Tenho pepinos para escalar o time. Se ficar pensando em treinador, estou morto", brincou o técnico palmeirense, que já dirigiu a equipe nas partidas contra Goiás e Sampaio Corrêa e conquistou duas vitórias.

É certo que independentemente de quem for o treinador escolhido, Alberto vai permanecer na comissão técnica, como auxiliar. Ele garante não ter preferência entre o seu "chefe" ser brasileiro ou estrangeiro.

"Gente, eu gostaria de não falar de treinador. Se ele vai vir de fora ou é brasileiro. Essa é uma parte da diretoria e eles vão resolver muito bem. Quero falar só da parte técnica e do jogo contra o Vitória", pediu.

O Palmeiras tem Dorival Júnior como favorito à vaga, mas Vanderlei Luxemburgo corre por fora e o clube deve entrar em contato com Ricardo Gareca, ex-técnico do Vélez Sarsfield, para saber as chances do treinador argentino assumiu a vaga deixada por Gilson Kleina.

Certo é que no domingo, contra o Vitória, em Salvador, e quinta-feira, diante do Figueirense, em Araraquara, em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro, o time será comandado por Alberto Valentim.

Leia tudo sobre: albertopalmeirastecnicofutebolesporte