Feirão da Caixa atrai clientes em busca de financiamento ao Expominas

Expectativa da 10ª edição é receber cerca de 35 mil pessoas até este domingo em Belo Horizonte; financiamentos têm primeira prestação somente para 2015

iG Minas Gerais | Juliana Gontijo |

ECONOMIA. BELO HORIZONTE, MG.

Feirao da casa propria da Caixa

FOTO: LINCON ZARBIETTI / O TEMPO / 16.05.2014
Lincon Zarbietti / O Tempo
ECONOMIA. BELO HORIZONTE, MG. Feirao da casa propria da Caixa FOTO: LINCON ZARBIETTI / O TEMPO / 16.05.2014

O Feirão Caixa da Casa Própria começou nesta sexta-feira (16), no Expominas, no bairro Gameleira, região Oeste de Belo Horizonte. E no primeiro dia já teve gente fechando negócios. Um deles foi o mecânico Fábio da Silva, 43 anos, que comprou uma cobertura de dois quartos no bairro Jatobá, na região do Barreiro. "Cheguei aqui às 9h e olhei as opções em dois estandes", conta.

Ele optou por comprar um imóvel na mesma região em que mora atualmente. "Só que agora, vou sair do aluguel. Estou muito feliz, é o meu sonho", diz.  Silva ressalta que comprou o apartamento da construtora Tenda já pronto. "Eu estava pagando um imóvel na planta, só que a obra foi embargada.  Eu vim com o objetivo de olhar um imóvel já pronto. Vou me mudar assim que a empresa me entregar as chaves", frisa.

Um dos atrativos da 10ª edição do feirão, na opinião do mecânico, é o primeiro pagamento somente para janeiro de 2015. "Com isso, poderei mobiliar o apartamento", diz.

O vice-presidente da Caixa Fábio Cleto frisou que a carência para o comprador dos imóveis, para janeiro do próximo ano, é o maior prazo já concedido pela instituição. "Quem contratar o financiamento até o dia 31 de julho terá a chance de pagar a primeira prestação em janeiro de 2015, o que é bom para as pessoas se organizarem", diz.

A condição vale tanto para os contratos feitos com recursos do Fundo de Garantia (FGTS) ou da poupança (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo, SBPE). Os empréstimos podem ser feitos no evento ou nas agências da Caixa. O prazo para o financiamento imobiliário é de até 35 anos e as taxas de juros são a partir de 4,5% ao ano, variando de acordo com a renda do tomador e o valor financiado.

Na última edição, o feirão contabilizou R$ 1,019 bilhão em negócios. Apesar do quadro econômico mais complicado este ano, o vice-presidente da Caixa aposta em crescimento de 10% a 15%. "Este ano, os números do  feirão serão bem maiores que do ano passado", diz.

Em 2013, 15 mil imóveis foram ofertados pelas empresas durante o evento. Já nesta edição, são 21 mil. O número de parceiros saltou de 60 para 200 neste ano. Na edição passada, o evento recebeu 31 mil pessoas. A previsão, conforme Cleto, é que cerca de 35 mil pessoas passem pelo local. 

Além de Belo Horizonte, o feirão acontece em Brasília, Salvador, Fortaleza, Belém, Rio de Janeiro e Curitiba. O horário de atendimento do feirão neste sábado (17) é das 10h às 20h. No domingo (18), último dia, vai das 10h às 18h.

Números

No ano passado, em torno de 32 mil pessoas visitaram o Feirão em Belo Horizonte, e 7.078 negócios foram assinados e encaminhados, o equivalente a mais de R$ 1 bilhão.

Os desembolsos de financiamento imobiliário da Caixa, em 2013, somaram R$ 134,95 bilhões no país. Para este ano, a previsão é de chegar a R$ 155 bilhões. Minas Gerais representa de 10% a 12% dos financiamentos de imóveis da Caixa.

Para solicitar o crédito para a casa própria, é necessário levar identidade, CPF e comprovante de renda. Os interessados também podem obter informações em agências da Caixa ou pelo serviço de atendimento, no 0800 726 0101.

Fonte: Assessoria de imprensa da Caixa em Minas Gerais

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave