José Roberto Guimarães prevê dificuldades no Torneio de Montreux

Competição vai abrir temporada da seleção brasileira feminina, que ainda terá o Grand Prix e o Mundial pela frente

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

José Roberto Guimarães afirma que torneio suíço servirá de preparação para torneios seguintes
ALEXANDRE ARRUDA - CBV
José Roberto Guimarães afirma que torneio suíço servirá de preparação para torneios seguintes

Apesar de contar com um grupo reformulado, o técnico da seleção brasileira feminina de vôlei, José Roberto Guimarães, mostra confiança nas jogadores que tem à disposição. Os trabalhos que acontecem no CT de Saquarema-RJ dão, ao treinador, a certeza de que cada uma quer muito mostrar sua condição de pertencer a uma das seleções mais fortes do mundo.

"Esse é um grupo muito disponível, que gosta de treinar, de trabalhar e estou vendo que todas se dão muito bem. Está sendo muito legal esse primeiro contato, essas primeiras semanas e vamos buscar o melhor no Torneio de Montreaux", destaca o comandante, referindo-se ao primeiro desafio na temporada, que acontecerá na Suíça, entre  27 de maio e 1º de junho.

O Brasil está no grupo A, ao lado de Rússia, China e Suíça. Na outra chave estão EUA, Japão, Alemanha e República Dominicana. O Brasil defenderá o título de 2013, o sexto em sua história na competição. "Estamos em um grupo difícil. Dos três adversários, as suíças são consideradas as que têm menos tradição, mas não menos importante. Afinal, temos que ganhar da Suíça para conseguir classificar", indica Guimarães.

O torneio suíço será apenas o primeiro de outros desafios, que prometem dificuldades ainda maiores.

"Desde o momento da nossa apresentação, começa a preparação. O Grand Prix vai ser longo e depois tem o Mundial, que é a nossa competição alvo deste ano. Por isso, o torneio de Montreaux é importante para ter um parâmetro. Essa sempre foi uma competição marcada pela qualidade das equipes que vão participar", comenta o técnico.

Estão treinando em Saquarema, as levantadoras Ana Tiemi e Juma, as opostos Tandara, Andréia Laurence e Monique, as ponteiras Gabi, Natália e Jaqueline, as centrais Angélica, Carol e Natália e a líbero Léia.