Cruzeiro lança uniforme em homenagem à seleção brasileira

Clube estrela apresentou, nesta sexta-feira, o uniforme nº 3, com cores alusivas ao escrete canarinho, que tentará o hexa do Mundial

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

Camisas trazem as cores da bandeira brasileira, sem perder as características do Cruzeiro
CRUZEIRO/REPRODUÇÃO
Camisas trazem as cores da bandeira brasileira, sem perder as características do Cruzeiro

O Cruzeiro está de roupa nova. Na manhã desta sexta-feira, na Toca da Raposa II, o clube estrelado apresentou seu terceiro uniforme em uma homenagem à seleção brasileira. A camisa fará sua estreia no jogo desta sábado, contra o Coritiba, e também será usada nos próximos jogos em que o time estrelado for mandante.

A nova vestimenta traz uma versão retrô que foi inspirada nas cores da bandeira brasileira. A camisa dos jogadores é de cor amarela e todos os seus detalhes aparecem em azul, como o escudo com as estrelas soltas no lado esquerdo do peito e os patrocinadores. E a camisa dos goleiros é azul com as estrelas soltas e os patrocinadores na cor branca. A gola e as bordas das mangas estão na cor amarela.

A novidade no novo uniforme são as cores da marca BMG, patrocinador master do clube que é de cor laranja, mas foi alterada para esta edição da vestimenta celeste. Nas camisas amarelas, a logo está em azul, e na camisa de goleiro a marca é branca.

“No fim do ano passado, nós conversamos com o BMG sobre nosso projeto de lançar em 2014 uma camisa alusiva à Copa do Mundo. Nós pedimos e eles concordaram com esta liberação para mudarmos a cor da marca”, declarou o diretor de marketing celeste Marcone Barbosa.

A camisa já estará à disposição da China Azul nas lojas na tarde desta sexta-feira, pelo valor de R$199,90. Os torcedores ainda têm a opção de acrescentar o patch do tricampeonato brasileiro por mais R$29,90.

Na sede do clube, no Barro Preto, está sendo exibida um modelo do novo uniforme em tamanho gigante, do tamanho do edifício. 

Leia tudo sobre: cruzeiroraposacamisalançamentobrasilseleçãocopa do mundoamarelo