Expectativa de vida sobe 6 anos no mundo

Com média esperada de 87 anos de vida, mulheres japonesas são as mais longevas

iG Minas Gerais | Flávia Denise |

Os pais de crianças nascidas nos últimos anos em todo o mundo tem um bom motivo para comemorar. A expectativa de vida dos seus filhos é de seis anos a mais do que a de crianças nascidas na década de 90. Essa é a principal conclusão de um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgado nessa quinta. De acordo com o documento, a expectativa de vida de uma menina nascida em 2012 é de 73 anos. Para os meninos, a idade é vai a 68. O aumento do tempo de vida é ainda maior em países mais pobres, onde pode-se esperar que crianças de 2012 vivam até 9 anos mais do que as que nasceram duas décadas antes.

“Uma importante razão para que a expectativa de vida global tenha aumentado é que menos crianças estão morrendo antes do seu quinto aniversário. Mas ainda há uma grande divisão entre ricos e pobres. Quem mora em países mais ricos continua tendo uma chance maior de viver mais tempo do que quem vive em um país pobre”, explica a diretora geral da OMS, Margaret Chan.

Mulheres. Independentemente do país onde a pessoa mora ou da sua situação financeira, as mulheres vivem mais do que os homens. E essa diferença aumenta em países mais ricos, onde elas vivem cerca de seis anos a mais do que eles. Em países pobres, a distância é menor, de apenas três anos.

Assim, as mulheres japonesas são as pessoas que têm maior expectativa de vida em todo o mundo – elas podem esperar viver até os 87 anos –, seguidas das mulheres espanholas, suíças e singapurianas. Todas elas têm expectativa de vida de mais de 85 anos.

África. Por outro lado, a expectativa de vida de mulheres em nove países da África sub-saariana – Angola, República Centro-Africana, Chade, Costa do Marfim, República democrática do Congo, Lesoto, Moçambique, Nigéria e Serra Leoa – é de menos de 55 anos.

Flash

Sem fumaça. A diminuição do uso de tabaco é considerada pela OMS um dos motivos pelo qual a expectativa de vida aumentou em todo o mundo.

Curiosidades Sarampo. Entre 2000 e 2012, mortes causadas por sarampo em todo o mundo cairam em quase 80% – de 562 mil para 122 mil mortes. Obesidade. Cerca de 44 milhões de crianças com menos de 5 anos em todo o mundo (6,7% do total delas) estavam com sobrepeso ou eram obesas em 2012.

Problema no coração é o que mais mata As principais causas de morte prematura em todo o mundo são: doença coronária, infecções respiratórias (pneumonia) e Acidente Vascular Cerebral (AVC). Outras causas de morte prematura são doenças infecciosas, neonatal problemático e questões nutricionais. Ferimentos e doenças crônicas são a causa de ao menos metade das mortes prematuras em todo o mundo. Nos últimos anos, mortes causadas por doenças crônicas e acidentes têm aumentado. (FD)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave