Comércio de BH tem o pior desempenho em cinco anos

No trimestre, vendas do setor em Belo Horizonte cresceram apenas 2,08%; março foi bem fraco

iG Minas Gerais | Ana Paula Pedrosa |



Piora.

 Comércio  teve vendas fracas nos três primeiros meses do ano
Lincon Zarbietti / O Tempo
Piora. Comércio teve vendas fracas nos três primeiros meses do ano

O comércio de Belo Horizonte teve seu pior primeiro trimestre em cinco anos. De janeiro a março, as vendas do setor cresceram 2,08% na capital em relação ao mesmo período do ano passado. Na série analisada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de belo Horizonte (CDL-BH), 2009 foi o pior ano, com crescimento de 3,2% em relação ao ano anterior. O melhor foi 2010, quando o comércio cresceu 6,6% sobre uma base que não era tão forte.

O fraco desempenho do mês de março ajudou a derrubar o índice do trimestre. No mês, o setor teve queda de 1,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior. A marca é a mesma registrada no país pela Pesquisa Mensal do Comércio, divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o órgão, foi o segundo pior março desde o início da série histórica, em 2002.

Apesar da queda nas vendas, a receita nominal do varejo cresceu 0,5% em março ante fevereiro e 4,7% na comparação anual – um sinal do aumento nos preços no período. “Na medida que as variáveis econômicas e as políticas governamentais vão se comportando diferente e um pouco aquém do que aconteceu em 2013, é natural que o comércio reflita isso”, avalia a pesquisadora Aleciana Gusmão, uma das responsáveis pelo levantamento do IBGE.

O presidente da CDL-BH, Bruno Falci, diz que o resultado reflete o cenário econômico ruim, com inflação e juros em alta. “O clima é de desconforto”, resume.

Além do contexto desfavorável, o IBGE cita também o efeito do calendário sobre os resultados, em função de menos dias úteis com o Carnaval. No último ano, a festa aconteceu em fevereiro e em março comemorou-se a Páscoa, período de aumento nas vendas para o comércio de alimentos e hipermercados. “Março foi o segundo melhor mês em 2013 para o comércio, ficando atrás somente de dezembro”, afirmou Nilo Lopes, também um dos responsáveis pela pesquisa.

Em Belo Horizonte, de acordo com a CDL-BH, supermercados e produtos alimentícios foram os setores com melhor desempenho no trimestre: alta de 4,04%. O pior resultado ficou com o setor de veículos, que teve retração de 1,51%. Comparando apenas março com o mesmo mês do ano anterior, só o setor de supermercados cresceu, mesmo assim, timidamente: apenas 0,12%. (com agências)

Juros março/abril

4,58%

é a taxa do comércio em abril; março foi de 4,56%

10,52%

é a taxa de juros do cartão ao mês; era 10,08%

8,18%

é a taxa do cheque especial ao mês; antes era 8,16%

E-commerce

Dia das Mães. As vendas do comércio eletrônico somaram R$ 1,6 bilhão neste Dia das Mães, alta nominal de 51% na comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com a E-bit.

Leia tudo sobre: comércioBHdesempenho