Sargento reage a saidinha de banco e atira três vezes contra suspeito

Criminoso foi levado para o Hospital Municipal Odilon Behrens (HOB), onde passa por cirurgia; outros dois homens foram detidos após rastreamento pela região

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Um sargento da Polícia Militar (PM), de folga e a paisana, reagiu a uma saidinha de banco e atirou por três vezes contra um assaltante no bairro Padre Eustáquio, na região Noroeste de Belo Horizonte, na tarde desta quinta-feira (15). Outros dois criminosos foram presos por militares da 9ª Cia do 34 º Batalhão. Um quarto envolvido no assalto fugiu e ainda não foi localizado.

De acordo com o capitão Valdemiro Almeida, da 9ª Cia do 34º Batalhão da PM, o sargento foi abordado depois de realizar um saque em uma agência bancária na rua Padre Eustáquio. O militar saiu da agência em sua moto e percebeu que estava sendo seguido por outra motocicleta ocupada por duas pessoas. Ele avançou o sinal vermelho e percebeu que a dupla também avançou. Em seguida, ele foi fechado pelo veículo.

O garupeiro da moto desceu e pediu a arma e o dinheiro para o militar. Após um descuido do suspeito, o sargento reagiu e disparou três tiros contra ele. Um disparo acertou de raspão a cabeça do criminosos e os outros dois atingiram o peito. Ele foi encaminhado para o Hospital Municipal Odilon Behrens (HOB), onde passa por cirurgia.     

Ainda de acordo com o capitão Almeida, pessoas que presenciaram a cena relataram que havia um Fiat Uno, de cor azul, dando cobertura a ação criminosa. Durante patrulhamento pelo bairro, militares encontraram o veículo e após conversa com o suspeito ele atendeu uma chamada no telefone. Militares ouviram a conversa, que se tratava da saidinha de banco, e deram voz de prisão para o motorista do Uno.

Ele indicou para a PM aonde estava o motorista da moto que havia seguido o sargento. O suspeito foi detido no momento em que sai de sua casa no bairro Serrano, na mesma região. Um dos detidos já tem passagem por roubo a banco e a joalheria. A arma usada no crime e a do sargento foram apreendida. A polícia ainda não divulgou os nomes dos suspeitos. 

E todos os envolvidos na saidinha, incluindo o militar, foram levados para a Central de Flagrantes, localizada no bairro Floresta, na região Leste de BH.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave