PM e manifestantes entram em confronto durante protesto em São Paulo

Grupo de pessoas envolvidas no protesto pichou alguns portões e tentou invadir lojas na avenida Paulista

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Policiais e manifestantes entraram em confronto por volta das 19h desta quinta-feira (15) durante protesto contra os gastos da Copa do Mundo, em São Paulo. A Polícia Militar disparou bombas de gás lacrimogêneo contra a multidão, que caminhava pela Rua da Consolação, no centro da capital.

Houve bastante tumulto e corre-corre. Um grupo de manifestantes pichou alguns portões e tentou invadir uma loja. Em resposta à ação da polícia, militantes fizeram uma barricada na Rua da Consolação, ateando fogo a sacos de lixo. Neste momento, os líderes do ato tentam continuar com o protesto, que é parte do Dia Internacional de Lutas contra a Copa e foi organizado pelo Comitê Popular da Copa em São Paulo.

O ato foi marcado para às 17h, na Praça do Ciclista, na avenida Paulista. Os manifestantes ficaram concentrados por cerca de duas horas no local, até que saíram em caminhada pela Rua da Consolação, onde o confronto teve início. O grupo pretende seguir em direção ao estádio do Pacaembu, único estádio público da capital. Segundo a Polícia Militar, cerca de 1,2 mil pessoas participam da manifestação.

Antes que a caminhada começasse, a Polícia Militar informou ter detido 20 pessoas, suspeitas de aderir à tática black bloc, que estariam portando coquetéis-molotovs e martelos. Os manifestantes foram detidos na Rua Augusta e acredita-se que eles iriam participar do ato contra a Copa.

Com Agência Brasil 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave