Minas Gerais passará a contar com 120 novos médicos-legistas

Além disso, a corporação ainda formará 95 peritos criminais nos próximos dias

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A Medicina Legal de Minas Gerais será reforçada com 120 novos profissionais, conforme nomeação publicada nesta quinta-feira (15) no Diário Oficial do Estado. Agora, a Polícia Civil (PC) começa a designar os legistas que ampliarão o trabalho na área em todo o Estado. 

Ainda de acordo com as informações da PC, a capital mineira também receberá reforços, já que será possível transferir médicos-legistas do interior para Belo Horizonte e região metropolitana com o ingresso dos novos servidores. “A ampliação do nosso quadro no interior é uma necessidade antiga, mas o reforço da equipe em Belo Horizonte é fundamental por causa da Copa do Mundo”, disse o superintendente de Polícia Técnico-científica, Gilmar Freitas de Souza.

Ainda de acordo com o superintendente, ficou estabelecido pelo edital do concurso público que a definição da cidade em que cada servidor prestará serviço é feita a partir da ordem de classificação do médico-legista no curso de formação da Academia de Polícia Civil (Acadepol).

“O primeiro colocado escolhe onde quer trabalhar dentre as vagas existentes no Estado e assim por diante, até que todos os locais em que temos vaga possam ser contemplados”, explica. O Superintendente acrescenta que a transferência dos servidores que já atuam no interior também segue regras estabelecidas por edital de remoção que abriu a possibilidade de cada um reivindicar sua nova lotação, de forma transparente, inclusive para a capital.

Com os 120 novos legistas, Minas Gerais passa a contar agora com 349 profissionais, sendo que as cidades beneficiadas com os novos profissionais estão distribuídas em todas as regiões do Estado. Peritos Além dos médicos-legistas, a Polícia Civil também formará 95 peritos criminais que já concluíram o curso de formação na Acadepol. Eles também serão empossados e designados rapidamente para o trabalho, visto que o novo efetivo também servirá de reforço da instituição para a Copa do Mundo.

A corporação ainda contratará mil investigadores. O concurso é de nível superior e o salário inicial é de R$ 2.766,94. As inscrições podem ser feitas de 9 de junho ao 10 de julho pelo site www.acadepol.mg.gov.br, com o pagamento de uma taxa de R$ 72,00. As provas estão previstas para o dia 10 de agosto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave