45 mil maços de cigarros falsos são apreendidos no Shopping Xavantes

Operação Solanácea II prendeu três proprietários de boxes do shopping popular que revendiam os cigarros contrabandeados

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Cidades - Belo Horizonte - Minas Gerais - 
Operacao da Policia Federal no shopping Xavantes.

Foto: Uarlen Valerio / O Tempo 30-10-2013
UARLEN VALERIO / O TEMPO
Cidades - Belo Horizonte - Minas Gerais - Operacao da Policia Federal no shopping Xavantes. Foto: Uarlen Valerio / O Tempo 30-10-2013

Uma operação da Polícia Federal (PF) culminou na apreensão de 45 mil maços de cigarros falsos, de origem estrangeira e de importação proibida, no Shopping Popular Xavantes, localizado na região Central de Belo Horizonte. A Operação Solanácea II, que faz menção à família botânica a que pertence o tabaco, foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (15).

Conforme as informações iniciais divulgadas pela PF, o objetivo da operação era desarticular uma organização criminosa que atuava no contrabando de cigarros para shoppings populares. Três pessoas foram presas durante a ação, sendo todos eles proprietários de boxes no centro popular. 

Os 45 mil maços de cigarro são de uma das marcas mais vendidas entre os falsificados, o "San Marino". Os detidos foram presos em flagrante por contrabando. O crime pode ter uma pena de até quatro anos de reclusão. Além disso, os proprietários das lojas que vendiam os produtos também perderão as mercadorias, já que os cigarros contrabandeados serão destruídos pela Receita Federal. 

A delegacia de plantão da PF foi procurada para passar mais detalhes sobre as prisões, porém, O TEMPO foi informado de que o delegado responsável pela operação estava ouvindo os presos e não poderia conversar com a imprensa. 

Leia tudo sobre: shopping xavantescigarrossan marinocontrabando