Lucro do BNDES fica estável em R$ 1,6 bilhão no primeiro trimestre

O desempenho do segmento de renda variável (ações) apresentou redução de R$ 200 milhões, o que corresponde a uma queda de 57,3% na comparação com primeiro trimestre de 2013

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Sustentado pelo bom desempenho de seus financiamentos, o BNDES obteve lucro de R$ 1,56 bilhão no primeiro trimestre de 2014, valor praticamente estável em relação registrado no mesmo período de 2013 (R$ 1,59 bilhão).

"O desempenho positivo refletiu o bom resultado do segmento de renda fixa, que participou com 90,4% do lucro do Banco no primeiro trimestre de 2014", ressalta o banco, em nota. Composto por operações de crédito a empresas e repasses a outros bancos que distribuem os recursos do BNDES, esse segmento alcançou R$ 3,1 bilhões no primeiro trimestre de 2014, com alta de R$ 500 milhões (ou 17%) na comparação com o mesmo trimestre de 2013.

Um dos destaques foi o Programa BNDES de Sustentação de Investimento (BNDES PSI), instrumento de estímulo ao investimento produtivo no país e bancado, em parte, com aportes do Tesouro ao BNDES. A carteira de crédito e repasses apresentou expansão de R$ 12,5 bilhões (2,2%) no trimestre.

O desempenho do segmento de renda variável (ações) apresentou redução de R$ 200 milhões, o que corresponde a uma queda de 57,3% na comparação com primeiro trimestre de 2013.

Diante desse fraco resultado, a participação dessa área no resultado do BNDES caiu de 8,2% para 3,7% entre os dois primeiros trimestres de 2013 e 2014. "No primeiro trimestre de 2013, foi positivamente afetado pela alienação de investimentos, com excelente retorno para o Banco. Já no primeiro trimestre de 2014, marcado pela instabilidade dos mercados de capitais, não ocorreram alienações de vulto significativo", diz o banco.

INADIMPLÊNCIA

Apesar das incertezas nos mercados financeiros, a inadimplência do sistema BNDES encontra-se no mais baixo nível de sua história -0,01% no trimestre. A inadimplência média do Sistema Financeiro Nacional, conforme o Banco Central, foi de 3% em março de 2014.

POSIÇÃO FINANCEIRA

O patrimônio líquido do sistema BNDES totalizou R$ 54,6 bilhões, acima dos R$ 46,8 bilhões no mesmo trimestre de 2013. Já o patrimônio de referência, indicador que serve como base para referenciar o quanto o banco pode emprestar, aumentou para R$ 97,3 bilhões, ante os R$ 85,3 bilhões obtidos no primeiro trimestre do ano passado.

Os ativos totais do Sistema BNDES somaram R$ 777,8 bilhões em 31 de março de 2014, superiores aos R$ 698,4 bilhões registrados no mesmo período do ano passado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave