Willian revela início de conversas para sua permanência na Toca

Avante ressaltou desejo de seguir no Cruzeiro e disse que está na expectativa de ser comprado pelo clube

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Willian é uma das armas do Cruzeiro que podem ficar no banco no clássico diante do Atlético
Washington Alves/Light Press
Willian é uma das armas do Cruzeiro que podem ficar no banco no clássico diante do Atlético

O atacante Willian, um dos xodós da torcida do Cruzeiro, pertence ao Metalist (UCR) e está emprestado ao clube celeste até o fim de julho.

Na expectativa para permanecer na Toca II, o avante, que tem o valor de seus direitos econômicos fixados em 12 milhões de euros, revelou início de conversas pela definição de seu futuro.

"A diretoria está feliz com meu trabalho e eu satisfeito no clube. O Cruzeiro já abriu conversas com meus empresários para que a negociação possa acontecer", disse o atacante.

Com mais três jogos até a parada da Copa, Willian sabe que o relógio corre e o tempo para as negociações vai apertando.

"Já deram o início nas conversas, até mesmo pela parada que teremos na Copa. Creio que as coisas já estão por se resolver e que o Cruzeiro opte pela minha compra, pois estou muito feliz aqui", ressaltou, mostrando ansiedade. 

"Espero que a negociação com o Metalist (UCR) aconteça rapidamente para que eu fique aqui por muito tempo", concluiu.  

Leia tudo sobre: cruzeiroraposawillianfutebolcompraficartoca