Fiemg investe R$ 40 milhões em hotel

40% dos quartos estão reservados para Copa

iG Minas Gerais | Helenice Laguardia |

Opulência. Entrada do Glass Business ostenta um lustre com 3.000 cristais tchecos de R$ 33 mil
Alex de Jesus
Opulência. Entrada do Glass Business ostenta um lustre com 3.000 cristais tchecos de R$ 33 mil

Com 4 estrelas, 132 suítes e diárias de R$ 449 mais 5% de ISS (single) e R$ 519 mais 5% de ISS (double), foi apresentado ontem o Glass Business Tower Hotel, da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), que inicia as operações no dia 1º de junho, em BH. A entidade investiu R$ 40 milhões, sendo metade dos recursos financiados no Sicoob. A administração será da mineira Clan Hotéis, do presidente da Associação Comercial Minas, Roberto Fagundes.

O presidente da Fiemg, Olavo Machado Jr., disse que fez o hotel para criar patrimônio para a entidade e também porque tem um bom volume de hóspedes vindos do interior pela entidade. “São 7.500 funcionários da Fiemg espalhados em Minas Gerais”. O empreendimento se beneficiou da Lei da Copa.

O diretor da Clan Hotéis, empresa há 30 anos no mercado de administração de hotéis, Roberto Fagundes, disse que, em apenas 15 dias, já teve 40% de reservas para o período da Copa. “A previsão é de ocupação de 100%”. Fagundes disse que é um hotel para visitantes na área de negócios. Foram gerados 50 empregos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave