ANS suspende mais 161 planos de saúde

iG Minas Gerais |

Brasília. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu temporariamente a comercialização de 161 planos de 36 operadoras de saúde. A medida é aplicada como punição para planos que apresentaram pior desempenho entre dezembro de 2013 e março deste ano. Juntos, eles atendem 1,7 milhão de beneficiários. O bloqueio de vendas começa a valer nesta sexta e tem duração mínima de três meses, quando uma nova rodada de avaliação deverá ser feita.  

Do total de planos suspensos, 132 receberam punição neste ciclo de acompanhamento. Outros 29 já estavam com a comercialização proibida desde o ciclo anterior. Das 36 operadoras, 26 (o equivalente a 72% do total) já estavam proibidas de vender outros planos, bloqueados em monitoramentos anteriores.

O diretor da ANS, André Longo, avalia que, embora boa parte das operadoras seja reincidente, o monitoramento tem impacto positivo. Longo afirma, no entanto, que o monitoramento não afasta outras medidas importantes, como multas.

O que pesa

Critérios para suspender. São levadas em consideração na análise reclamações por atrasos máximos para marcação de consultas, cirurgias, exames e negativas de atendimentos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave