Vídeo mostra os últimos momentos de Bernardo com vida no RS

A mesma câmera captura, horas depois, as imagens das duas suspeitas retornando ao local onde Graciele havia deixado a caminhonete estacionada, dessa vez, sem o menino

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

undefined

Imagens captadas por uma câmera de segurança de um posto de combustível da cidade de Frederico Westphalen, no norte do Rio Grande do Sul, mostram os últimos momentos de vida do menino Bernardo Boldrini, de 11 anos.

Nas imagens, ele aparece saindo da caminhonete da madrasta, Graciele Ugolini, e caminhando com ela e a assistente social Edelvânia Wirganovicz, amiga de Graciele, no dia 4 de abril, data da morte do menino.

A mesma câmera captura, horas depois, as imagens das duas suspeitas retornando ao local onde Graciele havia deixado a caminhonete estacionada, dessa vez, sem o menino.

PRISÃO

Na noite de ontem, a Justiça decretou a prisão preventiva de três suspeitos de envolvimento na morte do menino Bernardo Boldrini, 11, no interior do Rio Grande do Sul.

O casal Leandro Boldrini e Graciele Ugolini, pai e madrasta do garoto, e a assistente social Edelvânia Wirganovicz, amiga de Graciele, estão presos desde 14 de abril. A prisão temporária deles venceria hoje.

Ontem, a Polícia Civil gaúcha indiciou os três investigados sob suspeita de homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Segundo a delegada Caroline Bamberg, o crime ocorreu de forma premeditada e por motivo fútil.

A prisão preventiva dos suspeitos foi decretada pelo juiz Marcos Luís Agostini, da comarca de Três Passos. Com isso, o casal e a assistente social devem continuar presos por tempo indeterminado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave