Federer leva virada na estreia em Roma; Murray avança

Estreia no Masters 1000 teve o britânico confirmando o favoritismo e decepção do suíço

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Andy Murray foi empurrado pela torcida britânica na quadra central do All England Club
DIVULGAÇÃO/WIMBLEDON
Andy Murray foi empurrado pela torcida britânica na quadra central do All England Club

Roger Federer foi derrotado de forma surpreendente em sua estreia no Masters 1000 de Roma. Nesta quarta-feira, o tenista suíço caiu por 2 sets a 1 diante do francês Jeremy Chardy, que ganhou de virada com parciais de 1/6, 6/3 e 7/6 (8/6), para avançar às oitavas final do torneio italiano.

Três vezes finalista em Roma, Federer havia alcançado a decisão do Masters 1000 de Montecarlo nesta temporada de saibro e esperava embalar na capital da Itália visando a sua participação em Roland Garros, Grand Slam que começa daqui a menos de duas semanas, em Paris.

Federer, entretanto, acabou caindo diante do atual 47º colocado do ranking da ATP naquele que foi o seu primeiro jogo desde o nascimento dos seus filhos gêmeos Leo e Lenny, que aconteceu na semana passada. Ele chegou a consultar a sua esposa, Mirka, sobre a sua participação no torneio italiano, e acabou resolvendo atuar por causa da boa condição de saúde dos recém-nascidos e da mulher.

Após surpreender o atual quarto tenista do mundo, Chardy terá como próximo rival o croata Ivan Dodig, que nesta quarta arrasou o checo Lukas Rosol com parciais de 6/1 e 6/2. Esse foi o segundo jogo do francês diante de Federer, que havia levado a melhor sobre o francês no início deste ano, quando bateu o rival por 2 sets 1 no Torneio de Brisbane.

Nesta quarta, Federer parecia que iria atropelar Chardy ao ser arrasador no primeiro set. Absoluto com o saque na mão, o suíço aproveitou dois de quatro break points para fazer 6/1. A partir da segunda parcial, porém, o francês iniciou uma improvável reação. Ao ser feliz em uma de três chances de quebrar o serviço do recordista de títulos de Grand Slam, abriu vantagem para depois fazer 6/3.

No terceiro set, mais constante do que Federer, Chardy voltou a conseguir uma quebra de saque para abrir vantagem, mas o suíço devolveu a quebra e levou a disputa da parcial ao tie-break. No desempate, o francês começou melhor, mas Federer reagiu de novo e chegou a ter um match point quando estava em vantagem de 6/5. Porém, com uma linda passada na corrida após devolver uma bola cruzada do suíço, o francês empatou por 6 a 6 e depois ganhou os dois pontos seguintes para triunfar na estreia.

MURRAY - Se Federer não conseguiu confirmar o seu favoritismo na estreia em Roma, Andy Murray justificou com relativa tranquilidade a sua condição de sétimo cabeça de chave na Itália. O tenista britânico derrotou o espanhol Marcel Granollers por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/5, para se garantir nas oitavas de final.

Com o triunfo obtido na estreia neste confronto já válido pela segunda rodada, Murray se credenciou para enfrentar na próxima fase o austríaco Jurgen Melzer, que nesta quarta derrotou o croata Marin Cilic por 2 sets a 1, com 6/2, 6/7 (5/7) e 6/3.

Murray precisou jogar uma hora e 26 minutos para seguir em frente na capital italiana. No primeiro set, o britânico aproveitou duas de quatro chances de quebrar o saque de Granollers e, sem oferecer break points, fechou a parcial em 6/2.

Já no segundo set, o espanhol chegou a quebrar o serviço de Murray em uma oportunidade, mas o escocês voltou a converter dois de quatro break points para fazer 7/5 e liquidar o duelo.

Outro favorito que garantiu vaga nas oitavas de final em jogo já encerrado nesta quarta foi o alemão Tommy Haas, 15º cabeça de chave. Ele passou pelo holandês Igor Sijsling por 2 sets a 0, com 7/6 (8/6) e 6/1, e enfrentará na próxima fase o suíço Stanislas Wawrinka, atual terceiro colocado do ranking mundial.

Leia tudo sobre: tenisfederermurrayromamasters 1000