Sob pressão, Palmeiras luta para evitar eliminação

Depois de perder o jogo da ida para o Sampaio Corrêa, Verdão tenta fugir de um vexame que pode ecoar no resto da temporada

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Verdão foi surpreendido pelo time maranhense e aumenta pressão no clube
Honório Moreira/VIPCOMM
Verdão foi surpreendido pelo time maranhense e aumenta pressão no clube

O Palmeiras entra em campo nesta quarta-feira, a partir das 22 horas, atrás de algo muito maior do que apenas mais uma vitória e uma classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. Uma eliminação diante do Sampaio Corrêa, no Pacaembu, será encarada como uma catástrofe que irá atrapalhar os planos palmeirenses e causar mais uma enorme frustração na torcida.

No primeiro jogo, disputado na semana passada, o Sampaio Corrêa ganhou de virada por 2 a 1, em São Luís, no Maranhão. Assim, precisa de um empate no Pacaembu para avançar. Vitória por 1 a 0 ou por dois gols de diferença classifica o Palmeiras. Se o placar for repetido, agora com 2 a 1 para os palmeirenses, a decisão da vaga vai para os pênaltis.

Os atletas do Palmeiras sabem da importância da classificação para afastar ainda mais o clima de desconfiança que tomou conta do grupo após a sequência de derrotas no Brasileirão. A vitória sobre o Goiás, no sábado passado, já deu um alívio, mas a crise tende a ficar insuportável se o time for eliminado nesta quarta-feira. Em caso de fracasso, a torcida, principalmente organizada, promete protestar contra a diretoria e alguns jogadores.

O presidente do clube, Paulo Nobre, não parece dar bola para isso, sem pressa para acertar com um novo treinador. No Palmeiras, inclusive, há quem acredite que o interino Alberto Valentim possa ficar até a Copa. O fato é que uma eliminação nesta quarta-feira aumentará ainda mais a cobrança no dirigente e praticamente o obriga a decidir logo quem vai substituir o demitido Gilson Kleina.

Vanderlei Luxemburgo continua sendo o favorito ao posto, mas a diretoria conversou com Dorival Júnior e vai ouvir mais treinadores. Após essas "entrevistas de emprego", decidirá o que é melhor para o clube, olhando principalmente para a questão financeira. "Isso pode ser definido até o fim da semana ou levar semanas para acontecer", garante uma pessoa próxima a Paulo Nobre.

Em relação ao time, Alberto Valentim não vai mexer no que deu certo contra o Goiás. A formação será praticamente a mesma, tendo como única alteração a entrada do meia paraguaio Mendieta no lugar de Valdivia, que já está com a seleção chilena para a disputa do Mundial.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave