Rômulo Ferraz diz que manifestações serão ‘isoladas’

iG Minas Gerais |

Um encontro entre o secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz, forças policiais e outros órgãos do Estado discutiu ontem estratégias de segurança para a Copa do Mundo. Participaram do encontro representantes do Poder Judiciário, polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e alguns deputados.

Para Ferraz, se ocorrerem manifestações durante o Mundial, elas serão isoladas. “A violência (das manifestações que aconteceram no decorrer da Copa das Confederações) foi se mostrando cada vez mais intensa e foi afugentando aquele cidadão mediano, jovens e famílias”, afirmou.

O secretário informou que a Polícia Militar receberá reforço de 10 mil homens, que já começam a atuar no próximo dia 23. “Como esses movimentos se tornaram super agressivos e com pauta cada vez mais difusa, a própria sociedade tem cobrado uma postura mais dura da polícia”, disse, prometendo ações firmes, mas sem abusos. (AD)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave