Nas horas vagas, turista em BH terá exposições de Sebastião Salgado e do período barroco

iG Minas Gerais |

Atração. Boa parte das atrações para os turistas durante a Copa estará concentrada no circuito da praça da Liberdade
RODRIGO LIMA - 10.4.2013
Atração. Boa parte das atrações para os turistas durante a Copa estará concentrada no circuito da praça da Liberdade

Nem só de futebol e de atrasos nas obras será feita a Copa do Mundo. Com foco nos turistas que desembarcarão em Belo Horizonte durante o evento, uma farta programação cultural foi divulgada ontem pela Secretaria de Estado da Cultura. Entre as atrações principais, um dos mais aclamados trabalhos do fotógrafo mineiro Sebastião Salgado vai ocupar as galerias do Palácio das Artes. Outro destaque é o 12° equipamento do Circuito Cultural Praça da Liberdade – a Casa Fiat –, que será inaugurado.

Diversificada, a programação passeia por várias expressões – desde as artes visuais até o cinema, que vai ganhar o CineFoot, festival com exibição de filmes temáticos de futebol e atividades como oficinas e palestras. A agenda também contempla outras artes como música, teatro e dança.

Evitando tocar em questões como planos especiais de segurança e de mobilidade para a visitação às atrações, a secretária de Estado da Cultura, Eliane Parreiras, se ateve a falar da programação. “Quisemos aproveitar ao máximo essa oportunidade, com o aumento do fluxo de turistas, para apresentar a produção cultural e os artistas mineiros, reforçando a nossa identidade”, disse Eliane.

Prova disso foi a exposição escolhida para a estreia da Casa Fiat: Barroco Itália Brasil – Prata e Ouro. A mostra foi pensada inicialmente para apresentar obras de mestres italianos do barroco do século XVII, mas o Estado insistiu pela presença, também, do barroco mineiro. “Temos, neste período, uma das mais representativas expressões de Minas, então não poderíamos deixar de mostrá-las”, comentou a secretária. A exposição também é parte das comemorações do bicentenário de Aleijadinho.

Ainda inédita em Belo Horizonte, a exposição Gênesis, de Salgado, retrata lugares que não foram afetados pela vida moderna, mostrando cenas em que o homem vive em harmonia com a natureza. “Por ser um artista muito reconhecido internacionalmente, às vezes, a gente se esquece das origens do Sebastião Salgado. Mas ele é mineiro de Aimorés, e a exposição vai ser uma grande âncora dentro da programação. Vai atrair não só os turistas”, afirmou Eliane Parreiras.

RECEPÇÃO. Entre as ações do Estado para receber bem os estrangeiros, a secretária destaca a capacitação de equipes para atendimento em outras línguas nos equipamentos culturais administrados pelo Estado. “A maioria será bilíngue. No Centro de Informações do Circuito, teremos atendimento em inglês, espanhol, francês e italiano”, prometeu a secretária.

Confira a programação completa no portal Super FC

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave